Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Samsung, que recentemente liberou uma atualização para o Galaxy Watch original (lançado em 2018), pode mandar ao mercado no 2º trimestre de 2021 o Galaxy Watch 4 e o Watch Active 4. Segundo os leakers, ambos chegarão recheados de novidades voltadas para a saúde e para o universo fitness.

O responsável pelo vazamento, sem muitos (quase nenhum, na verdade) detalhes foi o perfil Ice Universe (@Universelce) do Twitter. Ele simplesmente postou “Galaxy Watch 4 e Galaxy Watch Active 4”. E não precisou mais do que isso para agitar os apaixonados por um dos smartwatches mais badalados do mundo.

publicidade

O que esperar?

Apesar de o leaker não citar abertamente nada sobre as especificações do Galaxy Watch 4 ou do Watch Active 4, alguns sites já começaram a especular as possíveis novidades que chegarão para os consumidores da marca. Uma das principais seria o monitoramento do nível de açúcar no sangue.

publicidade

O recurso estaria sendo desenvolvido em parceria com o MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), e faria o smartwatch ser capaz de monitorar os níveis de glicose. Essa função seria de extrema ajuda para os usuários que sofrem com diabetes. Outro ponto interessante é que o Samsung Galaxy Watch 4, assim como o par que será lançado, passariam a utilizar o sistema Android no lugar do Tizen. Se essa outra informação também vazada pelo Ice Universe se confirmar, o mercado do Tizen ficará ainda mais encolhido.

Outra curiosidade levantada em torno do Galaxy Watch Active é que ele pularia de sua versão atual, Watch Active 2, para a Galaxy Watch Active 4, deixando o “3” para trás. A explicação, no entanto, seria até simples: a Samsung quer evitar qualquer confusão na cabeça dos usuários e, a partir dos próximos lançamentos, sempre parear, com os mesmos números, as séries dos futuros smartwatches.

Via GSM Arena e Phandroid