AplicativosNotíciasTelegram tinha falhas sérias de segurança

Juliana Crem3 semanas atrás3 min

Há quase um mês o Telegram viu a quantidade de usuários aumentar exponencialmente, e atualmente, é o décimo app mais baixado do mundo (segundo o Sensor Tower). Agora, um especialista em cibersegurança conhecido no Twitter como @polict revelou que o app tinha algumas falhas de segurança relevantes até o ano passado.

Em uma única investigação, o especialista descobriu 13 vulnerabilidades, principalmente no código-fonte dos adesivos animados lançados em 2019. Os bugs foram reportados ao Telegram que, posteriormente, corrigiu todas as falhas de segurança que permitiam que invasores mandassem adesivos espiões a outros usuários e, dessa forma, conseguissem acessar mensagens privadas, fotos e vídeos.

Aumento de usuários

Este ano, o Telegram viu seu número de usuários aumentar exponencialmente após a divulgação da criticada atualização da política de privacidade do WhatsApp. Com receio de ter seus dados compartilhados com o Facebook, empresa dona do WhatsApp, muitos usuários migraram para o seu principal concorrente.

Se você está entre os milhares de novos usuários do Telegram, não se preocupe: as falhas de segurança foram corrigidas ainda no ano passado, durante as atualizações de setembro e outubro. O Telegram já figura entre os dez apps mais baixados em todo o mundo e conta com mais de 500 milhões de usuários ativos em todo o planeta. A rede social de bate-papo também preza muito a privacidade do usuário.

Via TechRadar e Shielder

Imagem: Stockcam (iStock)