AplicativosNetflix garante áudio com qualidade de estúdio no Android

Fábio Devito1 mês atrás7 min

A Netflix anunciou mudanças na codificação do seu aplicativo para Android que garantirá áudio com qualidade de estúdio para os usuários. De acordo com a plataforma, programas, filmes e séries passarão a utilizar o codec xHE-AAC. Na prática, a extensão garante melhor definição entre graves e agudos por meio de um sistema de padronização de volume.

Codecs são programas que fazem a codificação e decodificação de arquivos de áudio e vídeo, o primeiro na hora de armazenar e o segundo na hora de reproduzir o conteúdo. Eles podem afetar o tamanho, a qualidade ou compatibilidade dos arquivos entre dispositivos.

No caso específico do codec xHE-AAC, ele permite a equalização separada dos sons exibidos na cena. Imagine um filme de ação em que há explosões e um diálogo acontecendo de forma simultânea, por exemplo. Com esse codec, é possível diminuir o volume das explosões para que o espectador entenda melhor o que está sendo dito na conversa.

O objetivo é criar faixas dinâmicas de áudio para que o usuário não tenha que se preocupar com variações bruscas no volume. De acordo com os desenvolvedores, em dispositivos mais simples, a novidade garantirá um áudio mais nítido, e no caso de aparelhos com falantes melhores ou mesmo com fones de ouvido com tecnologia 360º, a qualidade será próxima a mixagem de estúdio.

A novidade não é um recurso que pode ser ativado pelos usuários, mas sim uma melhoria implementada no código do aplicativo.

Volume será ajustado antes da transmissão

A plataforma de streaming também explica que a adoção do codec permitirá que o volume das transmissões seja padronizado de acordo com a conexão e as configurações do usuário, garantindo a mesma qualidade em todos os programas.

Para isto que isto aconteça, a empresa informa que as métricas de volume (de todo o conteúdo) passarão a ser medidas antes da codificação, isto é, durante o carregamento da mídia. Assim, foram realizados diversos testes em todo o seu catálogo para identificar uma variação padrão entre o volume dos programas e, a partir desta unidade, é realizada a equalização do conteúdo.

Sabe quando você está assistindo TV e ao mudar de canal se depara com uma variação incomoda no volume dos programas? É isto que a Netflix não quer que aconteça. Seu objetivo é que o usuário não se preocupe em aumentar ou diminuir o volume quando troca de uma série de ação para um programa de entrevistas, por exemplo.

Tecnologia pode ser compartilhada para outras plataformas

Em testes preliminares, a Netflix identificou que os usuários com acesso ao codec xHE-AAC alternaram cerca de 7% a menos volume dos smartphones quando assistiam aos seus programas utilizando as caixas de som do celular, e cerca de 16% menos enquanto assistiam com fones.

A empresa, que acaba de bater 200 milhões de usuários no mundo, tem uma preocupação crescente com a qualidade de suas transmissões em dispositivos mobile. Ela espera poder compartilhar estes estudos feitos com a nova extensão para que, no futuro, outras plataformas se beneficiem com a tecnologia.

A Netflix possui um blog dedicado às atualizações de tecnologia da plataforma, na qual é possível conferir um estudo detalhado feito pelos seus programadores falando sobre o áudio com qualidade de estúdio nos smartphones.

De acordo com a plataforma, a atualização já está disponível para versões do Android 9 e superiores. O recurso também está disponível para dispositivos iOS desde 2019.

Via Olhar Digital
Imagem: Alison Calazans (Shutterstock)