Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Fraunhofer apresentou hoje o seu padrão de compressão de vídeos H.266. Segundo a empresa alemã, o novo padrão pode criar vídeos com arquivos até 50% menores, mantendo a mesma qualidade do H.265. Assim, um vídeo 4K de 90 minutos que precisava de 10 GB de banda para ser assistido, agora só vai gastar 5 GB.

O novo codec também é chamado de chamado de VCC (Versatile Video Coding, ou Codificação de Vídeo Versátil), seguindo os passos do H.265, que era chamado de HEVC (High Efficiency Video Coding, ou Codificação de Vídeo de Alta Eficiência).

publicidade

O padrão H.266/VVC foi criado com foco em vídeo de altíssima resolução, e segundo a empresa, é particularmente benéfico para transmissão em streaming de vídeos 4K e 8K em TVs. A Fraunhofer acredita que com esse “grande salto de eficiência na codificação”, o consumo de vídeos vai aumentar ao redor do mundo.

O modelo de licenciamento do novo codec também segue o princípio FRAND (fair, reasonable, and non-discriminatory ou seja, justo, razoável e não discriminatório). O projeto vem sendo desenvolvido pela Fraunhofer há anos, em parceria com empresas como Apple, Ericsson, Intel, Huawei, Microsoft, Qualcomm e Sony.

Ele tem suporte a vídeos em SD, HD, UHD (4K) e 8K. Além disso, ele também funciona com HDR (High Dynamic Range) e com vídeos em 360°. O H.266 também é compatível com gamas maiores de cores, e no futuro poderá funcionar com resoluções maiores que 8K.

O primeiro codificador e decodificador devem ser lançados a partir de setembro desde ano.

publicidade

Saiba mais sobre o novo codec no site da Fraunhofer.

Via Venture Beat.