NotíciasEntenda o que é e para que serve o LiDAR

Gabriel Daros1 mês atrás7 min

Smartphones, robôs domésticos e até mesmo carros autônomos contam com a presença de um scanner LiDAR, mas você sabe o que significa isso? A sigla, Light Detection and Ranging (Detecção e Telemetria de Luz, em tradução livre), representa um método de escaneamento que usa lasers para calcular a distância e gerar uma representação precisa do ambiente.

Como funciona um scanner LiDAR?

Um scanner LiDAR funciona emitindo a luz laser e depois calculando o tempo e medindo a distância que ela leva para atingir um objeto. Basicamente, é como um radar à base de luz, mas com leituras bem precisas do objeto escaneado. O próprio termo em inglês também brinca com a mistura entre as palavras Light (luz) e Radar. A diferença é que ele é muito mais preciso e assim, na prática, o LiDAR pode medir não apenas a distância, mas também a forma dos objetos.

Até pouco tempo atrás, este tipo de tecnologia era mais comum nas áreas militares e de uso científico, devido ao custo de produção. Entretanto, o preço do recurso se tornou mais acessível com o passar do tempo, e empresas encontraram diferentes usos comerciais para o LiDAR. O LiDAR, também é usado por aplicativos na construção de Realidade Aumentada, ou RA. A tecnologia é excelente para RA, motivo pelo qual a Apple incluiu os scanners LiDAR em seus iPhone 12 Pro e 12 Pro Max.

O LiDAR tem sido usado por apps como o TikTok para a criação de filtros em RA que usam a leitura de luz para projetar efeitos no ambiente. É bem provável que outros apps também se aproveitem da popularização dessa tecnologia.

Leituras mais precisas

Vale lembrar que o LiDAR não é a primeira aparição de um scanner de luz no mercado. Outros sensores baseados em telemetria por tempo de voo já foram desenvolvidos anteriormente, como os sensores ToF do Galaxy S20 e Galaxy S20+ da Samsung. A diferença é que os leitores destes smartphones usavam raios infravermelhos. A leitura deles, entretanto, era auxiliada por um aplicativo dedicado, o Quick Measure, que vem pré-instalado no S20, S20+, S20 Ultra, S10 5G e Note 10+.

Ao invés disso, o scanner emite um grid de lasers que se projeta pelo ambiente. Como os feixes de luz não apenas retornam, mas refletem dos objetos para outras direções, o LiDAR também consegue determinar direção e movimento dos espaços. Assim, o recurso percebe se algo na cena está mudando a posição, ou se virando, acelerando ou diminuindo a velocidade em relação ao leitor.

Como citamos, a tecnologia está presente nos modelos Pro da linha iPhone 12, no canto inferior direito, entre a segunda e terceira lente. O LiDAR ajuda especialmente em fotografia computacional. Na hora da foto, o scanner laser auxilia com a telemetria do ambiente, tornando as fotos mais nítidas, mesmo em locais com pouca luz. Segundo os últimos rumores, a Apple planeja embutir o scanner em todos os modelos da linha iPhone 13.

o-que-e-lidar
Créditos: Kuala Lumpur / Shutterstock
Uso vai muito além dos smartphones

Outra área em que é possível encontrar o scanner operando é o de eletrodomésticos. A Samsung, por exemplo, incluiu o LiDAR no seu robô aspirador JetBot 90 AI+, que usará para determinar a forma como ele se move pelo ambiente, sendo capaz de se desviar de objetos no caminho. Além disso, os scanners LiDAR estão presentes em carros autônomos. Um exemplo é a Weymo, que usa a tecnologia para navegação de sua frota de táxis com carros 100% autônomos.

Via Business Insider