Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A LG parece ter mesmo se cansado dos seis anos consecutivos acumulando prejuízos. A empresa, após “desmentir boatos” anteriores, voltou a considerar seriamente a possibilidade de sair do mercado de smartphones. A informação foi publicada nesta quarta (20/01) pelo site Korea Herald. De acordo com o veículo, Kwon Bong-Seok, CEO da LG, estaria analisando algumas possibilidades, incluindo venda, retirada e enxugamento da divisão da empresa do mercado de smartphones.

“Como a competição no mercado global de dispositivos móveis está ficando mais acirrada, é hora da LG fazer um julgamento frio. A empresa está considerando todas as medidas possíveis, incluindo venda, retirada e redução do tamanho do negócio de smartphones”, informou uma fonte do alto escalão ao site. Essa alteração, no entanto, não ameaçaria os empregos dos funcionários da LG. Eles seriam, segundo o informante, “realocados para outras unidades de negócio da empresa ou para outras afiliadas LG”.

publicidade
Prejuízo motivo mudança

De acordo com as informações obtidas pelo Korea Herald, a LG vem acumulando prejuízos no mercado de celulares por 23 trimestres consecutivos – desde o 2º trimestre de 2015. Em receita, isso significa um prejuízo de 5 trilhões de yuan (aproximadamente R$ 4,1 trilhões no período), sendo que 148,4 bilhões de yuan (R$ 122 bilhões) das perdas operacionais ocorreram no 3º trimestre do ano passado.

Os dados levantados pela Counterpoit apontaram que a LG vendeu 6,5 milhões de celulares no 3º trimestre de 2020, número inferior aos 7,2 milhões vendidos no mesmo período do ano anterior. Ao assumir o cargo no fim de 2020, mesmo diante do cenário negativo, o CEO Kwon Bong-Seok chegou a negar a intenção de a LG sair do mercado de smartphones e até a projetar que 2021 seria “o ano da virada” da marca.

Paradoxalmente, a LG está em um grande momento, ao menos em matéria de revolução. O girável de uma tela e meia LG Wing foi considerado um dos designs mais revolucionários de 2020, e espera-se (ou esperava-se) da LG, seguindo essa vereda da ousadia, uma linha de flexíveis para breve.

O executivo projetou que o segmento de celulares da LG passaria a se tornar lucrativo por conta disso. O extensível foi a cereja do bolo da apresentação da empresa durante a CES 2021. Resta saber se, como indica a matéria do Korea Herald, o executivo voltou a mudar de ideia e a LG vai sair do mercado de smartphones de vez. Ou se o Rollable será mesmo o sonhado ponto da virada de 23 trimestres acumulando prejuízos.

publicidade

Via Korea Herald

Imagem: Shutterstock