Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O visual é impressionante, mas a pergunta que não quer calar: afinal, para que serve o LG Wing? Qual é a vantagem de um celular com uma tela que gira?

Não se trata necessariamente de um smartphone para o usuário comum, mas um celular de nicho que oferece múltiplas potencialidades e certamente muito inovador, como reconheceu a própria revista TIME ao conferir ao LG Wing a honraria de uma das 100 melhores invenções de 2020 que tornam o mundo um lugar melhor. A lista anual foi divulgada na semana passada e inclui invenções que “estão mudando, a nossa forma de trabalhar, viver e até de se divertir”.

publicidade

Um celular desse tipo se mostra como uma boa opção para quem trabalha com Uber, por exemplo. Ele pode manter o mapa do trajeto na tela maior e continuar a receber chamadas e ver mensagens no display menor. Ou para quem  sonha em ser youtuber, ou ainda para os fãs de vídeos, pois enquanto grava ou assiste a um filme na tela de cima, pode usar a de baixo para controlar ou navegar na web, enviar mensagens ou usar qualquer outro aplicativo.

A um giro de distância

Segundo Hong Shin-tae, planejador de produtos sênior da LG Mobile em Seul, a ideia do Wing veio pela primeira vez no metrô. “Observei um passageiro girando repetidamente seu smartphone enquanto jogava e mandava mensagens de texto ao mesmo tempo. Daí pensei que ter monitores separados ofereceria muitas possibilidades diferentes para usar dois aplicativos ao mesmo tempo”, revelou em publicação no LG Newsroom.

Mas como permitir que um dispositivo funcionasse de forma confiável dando milhares de rotações? A solução foi incorporar um amortecedor hidráulico numa dobradiça para reduzir o atrito ao girar a tela para frente e para trás diversas vezes.

Três homens da equipe de desenvolvedores da LG segurando o smartphone LG - Crédito (Divulgação LG) Wing -

Membros da equipe por trás do LG Wing Crédito (Divulgação LG)

De acordo com Jeong Min-yong, membro da equipe de desenvolvimento do LG Wing  desde o início, a equipe reconheceu que a chave para o sucesso seria projetar uma dobradiça. “A solução foi empregar um mecanismo de bloqueio duplo para dispersar a força gerada ao girar a tela, ajudando a garantir que a dobradiça ficará estável por um longo período de uso”. Em testes internos, a tela principal do LG Wing foi girada 90 graus mais de 200 mil vezes – o equivalente a 100 giros por dia todos os dias durante cinco anos e meio.

publicidade
Recursos de câmera

O LG Wing possui tela principal (frontal) de 6,8 polegadas e outra, oculta, de 4 polegadas e dá para controlar o quadro na horizontal e na vertical. A segunda tela funciona em conjunto com as câmeras triplas na parte traseira. A câmera frontal fica escondida e salta quando acionado um mecanismo para tirar selfies ou usar a função de câmeras Dual Recording. E como ele fica dentro do telefone em seu próprio gabinete, não há recorte ou outra abertura para interromper o fluxo do display.

Também dá para usar a câmera traseira e a de selfie simultaneamente. Isso permite por exemplo capturar a ação e a reação de alguém na mesma cena. Este com certeza é um recurso muito poderoso para os criadores de conteúdo pois além da conveniência de permitir editar dois vídeos e salvá-los juntos ou separadamente, oferece possibilidades criativas inéditas.

Além de um sensor principal de 64 MP e uma câmera ultra-wide de 13 MP, o LG Wing também possui câmera ultra wide big pixel de 12 MP com estabilização de imagem de cinco eixos que permite controlar a câmera e fazer montagens estáveis no estilo panorâmica, sem virar o smartphone na vertical. Esse recurso possibilita produzir imagens impossíveis de se imaginar até então. O aparelho é compatível com 5G e seu processador é Snapdragon da série 7.

Lançado inicialmente na Coreia do Sul em outubro, no dia 28 foi a vez da Índia. Desde então o LG Wing segue a venda somente nos principais mercados da América do Norte e Europa com valor em média de US$ 998 ou R$ 5.390 em conversão direta. Mesmo assim ainda está mais acessível se comparado com outros produtos de duas telas, incluindo dobráveis como os da Samsung por exemplo. O LG Wing ainda não está disponível nas lojas brasileiras.

Via Android Authority