Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O presidente da divisão de celulares da ZTE e também presidente da Nubia Technology, Ni Fei, anunciou a segunda geração de smartphones com câmera sob a tela. O primeiro celular do tipo, aliás, foi lançado pela empresa. Entretanto, o ZTE Axon 20 5G não agradou muito e decepcionou quem esperava por sua câmera exclusiva. Espera-se, então, que a vindoura segunda geração resolva os problemas encontrados na primeira.

Além do anúncio, feito através do Weibo, Ni Fei também afirmou estar feliz com outras empresas procurando adotar a tecnologia da câmera sob a tela. Disse, também, esperar que isso resulte na construção de um verdadeiro ecossistema de dispositivos com esse tipo de câmera frontal. O restante da postagem, incluindo a parte sobre a próxima geração dos ZTE sob a tela pode ser lido abaixo.

publicidade

Recentemente, notamos que muitas outras empresas anunciaram novidades sobre produtos com câmeras sob a tela. Como o primeiro fabricante comercial de câmeras sob a tela, fico muito feliz com isso e dou boas vindas a todos. Com os novos ingressantes da “grande família sob a tela”, mal posso esperar pela chegada da segunda geração dos nossos produtos a todos vocês.

O porquê e as dificuldades da câmera sob a tela

A ideia por trás da câmera sob a tela está vinculada com o aumento crescente do tamanho dos celulares e de seus displays. Sem estar limitada pela presença de uma câmera frontal, a tela pode ocupar o maior espaço possível. A proposta, claro, também pretende obter independência das câmeras pop-up, relativamente populares em alguns modelos atuais de smartphone.

Os problemas da primeira tentativa da ZTE com uma câmera sob a tela, segundo as críticas, envolviam tanto o design do aparelho quanto a qualidade das fotos. Sobre a primeira reclamação, reviewers apontaram que o ZTE Axon 20 5G é muito grande. Mais especificamente, grande a ponto de ser preciso mudar a orientação do smartphone para acessar todos os seus ícones. As fotos, por outro lado, acabavam borradas e com uma qualidade bem duvidosa.

Em conclusão, o que deveria ser o ponto forte do smartphone acabou o prejudicando. A esperança, no entanto, é de que a ZTE leve as críticas em consideração e a segunda geração resolva as questões pendentes. Ou, então, vai perder lugar para a concorrência, já que outras empresas andam planejando smartphones com câmera frontal sob a tela.

publicidade
Oppo e Samsung já têm tecnologia em desenvolvimento

Logo depois do lançamento do ZTE Axon 20 5G em setembro de 2020, foi vazado um protótipo de smartphone com câmera atrás da tela da Oppo, ainda em desenvolvimento. Além disso, não só a câmera sob a tela pode se tornar mais comum daqui a um tempo, como ela talvez não se limite aos celulares.

Recentemente descobrimos que a Samsung, por exemplo, ao contrário do que prevíamos, está desenvolvendo uma câmera desse tipo para notebooks. Há indicações também de que a empresa estaria planejando mover para baixo da tela a câmera do Galaxy Z Fold 3. De qualquer jeito, só o futuro irá dizer se o sucessor do ZTE Axon 20 5G será bem-sucedido ou se será superado pelos celulares de outras empresas.

Via Sparrows News