Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Após ser flagrado em pré-venda na Austrália há cerca de duas semanas, o Nokia 5.4, antes secretamente chamado de TA-1333, finalmente foi lançado pela HMD Global nesta terça-feira, 15/12. E deu o ar da graça com um objetivo traçado: conquistar o topo do mercado de celulares intermediários. Configurações para isso, a princípio, o Nokia 5.4 parece ter.

Ele chegará aos usuários com o chipset Snapdragon 662, menos poderoso que o recém-lançado 888, mas suficientemente interessante para quem busca um smartphone na gama dos intermediários, como é o caso do Nokia 5.4. O mid-range é oferecido com duas opções de RAM, 4 GB ou 6 GB, e duas de armazenamento interno (64 GB ou 128 GB, expansíveis até 512 GB via cartão microSD), que farão diferença no preço final do dispositivo. Ambos, no entanto, têm a mesma bateria, de 4000mAh, que promete autonomia de até 2 dias, graças aos recursos de economia incorporados ao celular.

publicidade
Outras atrações do Nokia 5.4

Além da boa bateria e das opções de memória RAM interessantes para um smartphone que se propõe a batalhar no segmento dos médios, o Nokia 5.4, lançado pela HMD Global às vésperas do Natal, terá outras atrações interessantes em suas configurações. Uma delas é o tempo prometido pela fabricante para as atualizações do smartphone: 3 anos.

Nokia 5.4 lançado pela HMD Global é intermediário com boas especificações

Segundo a HMD Global, o Nokia 5.4 lançado agora sairá rodando o Android 10, mas “pronto para o Android 11”, e preparado para receber novas atualizações por 36 meses. Isso poderá fazer com que o intermediário receba os futuros Android 12 e, talvez, até o Android 13, dependendo do tempo que o Google leve para colocar as atualizações do sistema operacional no mercado. A tela será LCD, de 6,39 polegadas (um pouco menor do que a do Nokia 5.3), com resolução Full HD+ e entalhe de gota também menor do que o tradicionalmente visto em modelos da Nokia.

Há ainda leitor de digitais na parte traseira, botão de acesso rápido ao assistente do Google e opção de desbloqueio facial. A câmera de selfie será de 16 megapixels, e o conjunto quádruplo de lentes oferecerá a principal com 48 MP, a ultrawide de 5 megapixels e as demais com 2 MP cada, uma macro e outra para efeitos de profundidade. O preço? Segundo a Nokia, ele deve ser vendido por US$ 229 (aproximadamente R$ 1.170, sem a adição de impostos ou demais taxas de importação). O Nokia 5.3, lançado há poucas semanas no Brasil, custa R$ 1.899.

publicidade

Via 9to5Google
Imagens: Divulgação/Nokia