AndroidNotíciasCelulares antigos terão reconhecimento de Voz do Android 11

Henrique Darlim3 meses atrás5 min

Primeiro, foram testadas novas funções para seus produtos no mês de novembro, como o botão de pesquisa por voz no Chrome para Android. Depois, a melhoria na digitação por voz nos smartphones. Hoje (03/12), Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, o Google anunciou que o reconhecimento de voz melhorado do Android 11 foi disponibilizado para os celulares mais antigos.

O Voice Access foi desenvolvido pelo Google como um aplicativo de acessibilidade, voltado a pessoas com dificuldades motoras, embora possa ser usado quando o pleno uso das mãos não for possível. Por se tratar dum app de acessibilidade, a empresa com certeza teve em mente, ao anunciar sua retroatividade, o objetivo de facilitar o uso do celular também para usuários de versões antigas do Android. É uma mudança muito bem vinda e apropriada para o dia de hoje.

A versão aperfeiçoada do app, lançada no Android 11, ainda se encontra em beta, podendo sofrer com bugs e erros, mas está disponível para versões do Android 6.0 adiante. Os ajustes na ferramenta se tornaram possível graças à inteligência artificial do Google, que agora consegue entender contexto, facilitando muito a vida dos usuários. Basicamente, em vez de buscar um vídeo no YouTube usando sua voz para navegar até a barra de pesquisa e dizer o nome do vídeo seguido de “enter”, como era feito antes, basta entrar no app do YouTube e dizer, por exemplo, iPhone 12 e pronto. A busca será feita automaticamente.

A nova cara do app pode ser vista no seguinte vídeo:

Ao instalar ou atualizar o app para a nova versão, o usuário tem liberdade para escolher se o Voice Access será iniciado junto com o smartphone ou se prefere dizer “Hey, Google, Voice Access” para utilizá-lo quando necessário. Como dito anteriormente, essa versão melhorada ainda está em fase beta, ou seja, não basta instalar o app. Assim, para fazer uso da nova versão, é preciso participar da beta e só depois disso instalar o Google Access ou atualizá-lo.

Via XDA Developers e 9to5Google.

Imagem: Andrea Piacquadio / Pexels