Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Quase metade da humanidade terá acesso às redes 5G até 2026. Os dados são de um relatório do instituto de pesquisas Juniper, dos Estados Unidos, que estima ao menos 3,2 bilhões de smartphones terão o 5G disponível no período – um número significativamente maior que os 310 dispositivos conectados atualmente.

A pesquisa destaca que a Ásia será responsável por uma parte significativa deste crescimento, com a área definida para receber cerca de 60% de toda a rede 5G disponível no mundo até 2026. Além disso, com o crescimento da nova tecnologia de conexão, o levantamento prevê que a humanidade verá aumento nos serviços de assistência médica remota e no mercado de jogos mobile.

publicidade

Outro aspecto destacado da pesquisa é que as operadoras devem adotar o uso de inteligência artificial (IA) para otimização de suas redes ao redor do mundo. O desenvolvimento de novas tecnologias deve contribuir para análises de tráfego mais precisas para adaptar as condições de conexão de acordo com a necessidade dos usuários. Além disso, à medida que a tecnologia é popularizada, os custos de implementação de novos usuários 5G deve diminuir. Hoje, a conexão de um smartphone 5G custa em média US$ 29 (R$ 150) ao redor do mundo, a expectativa é que este valor diminua para aproximadamente US$ 17 (R$ 90) em 2026.

De acordo com Dave Bowie (não confundir com o saudoso cantor e compositor David), um dos responsáveis pelo estudo, além de serem o foco do desenvolvimento da tecnologia, as operadoras da China, Japão e Coréia do Sul implementaram custos de assinatura mais baixos, o que acelerou a adoção da tecnologia nos países.

No Brasil, a previsão é que 5G esteja disponível em 2022

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) estima que o 5G estará disponível integralmente para a população brasileira até o final do primeiro semestre de 2022. Atualmente, a agência realiza uma série de consultas pública para determinar as normas que regulamentarão a tecnologia no país.

Após esta etapa, devem ser definidos os lotes de cobertura de banda (as regiões em que cada operadora irá operar) para leilão. Podem participar apenas operadoras nacionais que, após a aquisição das áreas de cobertura, poderão adquirir tecnologia de empresas estrangeiras para estabelecer o 5G no Brasil, este processo inclui as fases de cabeamento e fibra das regiões que receberão a tecnologia, além da aquisição de equipamentos como transmissores e antenas.

publicidade

Via Tech Radar

Imagem: AndreyPopov/iStock