Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Twitter agora permite que um dono de sala no Spaces escolha dois co-anfitriões para ajudá-lo em uma sessão de bate-papo. A mudança, anunciada nesta quinta-feira (5/8), visa tornar o gerenciamento e a moderação dos usuários mais fácil no ambiente.

O Twitter explica que os co-anfitriões terão quase os mesmos poderes de um host normal: eles podem marcar tweets e convidar, remover e mutar qualquer usuário na sala. A diferença é que, ao contrário do anfitrião principal, esse auxiliar não pode convidar um segundo nem retirar da sala um usuário que esteja na mesma função. Apenas o dono da sala também pode encerrar uma sessão.

publicidade

Junto com a inclusão dos dois anfitriões, o Twitter expandiu o número de participantes que podem falar ao mesmo tempo em uma sala do Spaces. Agora, é possível ter um apresentador, dois auxiliares e dez membros da sala ativos conversando de forma simultânea. Antes disso, o limite era de dez pessoas.

Extinção do Fleets abre espaço para investimento no Spaces

Com o fim do Fleets, o Spaces se tornou o único recurso complementar ao feed principal do Twitter. Anunciado em fevereiro deste ano, o espaço nasceu no embalo da ascensão do Clubhouse, app que popularizou as salas de áudio nas redes sociais. Para criar uma sala no Spaces, no entanto, o usuário precisa ter mais de 600 seguidores.

O Twitter vem testando várias formas de engajar o público com o novo recurso. Na semana passada, por exemplo, a empresa possibilitou que o usuário tuite diretamente do Spaces com hashtags que atraiam ouvintes para o seu conteúdo. Já na versão beta do serviço para o iOS, os usuários ganharam acesso a um campo de busca em que é possível procurar por eventos ao vivo ou que acontecerão em breve.

O Twitter também testa, desde março, uma função para criar salas com ingressos no Spaces. O objetivo do serviço é permitir que os criadores de conteúdo monetizem com as sessões criadas dentro da plataforma.

Via The Verge