Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Alexa, assistente virtual da Amazon, está mais inteligente, e passou a aceitar múltiplas frases para realizar uma mesma rotina estabelecida pelo usuário. O sistema, agora, permite, por exemplo, que o comando “boa noite”, determinado pelo usuário para apagar as luzes da casa, também seja atendido com outras sentenças, como, “Alexa, hora de dormir” ou “Alexa, vou puxar um ronco”.

A funcionalidade visa a dar auxílio aos usuários mais esquecidinhos, que sofriam para lembrar o comando exato de determinada rotina estabelecida para contar com a ajuda da Alexa. A novidade permitirá que até sete frases diferentes sejam cadastradas para a execução de uma mesma rotina pela assistente virtual.

publicidade

Outro ponto legal inserido no recurso que permitirá que a Alexa aceite múltiplas frases para a mesma rotina inclui até a chance de dar comandos em diferentes línguas para a assistente virtual. A Alexa incorporou, em dezembro do ano passado, o chamado suporte para residências multilíngues. Ou seja: você pode tanto dizer “Boa noite, Alexa” quanto “Good Night, Alexa”, que as luzes da sua casa se apagarão. Chique, não?

Mais novidades

Esse é apenas mais um entre os muitos recursos adicionados recentemente para a assistente virtual da Amazon. Na semana passada, o vice-presidente da Amazon Alexa Skills, Aaron Ruberson, revelou que a Alexa recebeu novas APIs que aprimoram a interação de pedidos de comida via delivery pelas Echo Dots, além da função Enviar para o Telefone, que permite iniciar alguma experiência na assistente virtual e transferir a execução para a tela do seu smartphone.

Os desenvolvedores de aplicativos também poderão vender produtos e serviços pela Alexa. A ideia é que a comunidade de programadores passe a criar novas habilidades para a assistente virtual, expandindo as suas funções para coisas mais complexas do que apenas acender as luzes de casa, acionar dispositivos ou responder perguntas. De acordo com a empresa, poderá ser cobrada uma taxa de até 10% do valor da compra concretizada pelas Echo Dots.

Expansão em dispositivos

Ainda de acordo com a Amazon, teremos novos dispositivos compatíveis com o sistema da Alexa em breve no mercado e, portanto, mais modos de acessar uma rotina por meio de múltiplas fases usando a assistente virtual. Além das Smart TVs da Samsung e da LG, que já possuem modelos compatíveis com a assistente, a empresa anunciou que a Samsung lançará uma geladeira smart que funcionará simultaneamente com a Bixby e a Alexa.

publicidade

Para que esta expansão aconteça, a Amazon divulgou o Alexa Custom Assistant, uma plataforma aberta que permite que as marcas criem o seu próprio assistente virtual com a inteligência artificial da Alexa. De acordo com a empresa, uma das primeiras empresas a adotar este OS em um dispositivo smart será a operadora de telefonia americana Verizon que o utilizará em um smart speaker próprio.

Via The Verge

Imagem: Kilta/Unsplash/CC