Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Recentemente debatemos como seria ruim caso o Galaxy Watch 3 fique sem upgrade para a One UI Watch — o que deve se concretizar. Google e Samsung se uniram para competir de forma mais sólida no mercado de vestíveis contra a Apple, mas essa parceria poderá deixar muitos de fora. Isto porque a dona do futuro WearOS 3 finalmente comentou sobre este próximo upgrade do sistema operacional — que só atualizará dois relógios do mercado.

Isto acontecerá porque o WearOS 3 não será compatível com o Snapdragon Wear 3100, chip já com certa idade, mas muito utilizado em smartwatches ainda. Lançado em 2018, o chip foi amplamente utilizado pela indústria e substituído em 2020 pelo Snapdragon Wear 4100, que vem ganhando mais tração de mercado em 2021.

publicidade

Para se ter ideia, deixar o Snapdragon 3100 de fora da atualização provocará um apagão tão grande no mercado que apenas relógios inteligentes da TicWatch poderão ir para a próxima versão do WearOS. Falamos dos TicWatch Pro 3 e E3. Se você não tem um deles, a única forma de contar com a próxima atualização de software será comprando um novo smartwatch.

Google tenta minimizar apagão

Apesar do apagão que irá promover, o Google declara em uma página de suporte que atualizações de recursos ainda poderão chegar a modelos defasados. A empresa cita melhorias do GBoard, e também a nova sincronização de apps da Play Store.

O WearOS 3 deverá receber ampla distribuição a partir de 2022 — mas dará seu gostinho já no próximo mês com a chegada dos Galaxy Watch 4 e Watch 4 Classic ao mercado, via interface One UI Watch. Caso esteja visando um relógio inteligente como próxima compra, é bom se certificar de fugir modelos fornecidos com o Snapdragon 3100 ou anteriores.

Via Tom’s Guide

publicidade