Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Google começou a liberar nessa quarta-feira (21/07) a integração do seu serviço de backups no Android com o Google One, serviço de armazenamento em nuvem da empresa. A ideia é que o sistema unificado, chamado Backup by Google One, elimine as diferenças entre uma cópia de segurança feita pelo sistema operacional e uma pela ferramenta de armazenamento e facilite a gestão de arquivos para o usuário.

Hoje, o backup do Android abrange dados de aplicativos, mensagens SMS, histórico de chamadas, contatos e preferências de dispositivos — desde redes Wi-Fi e senhas a configurações de tela (brilho e hibernação) e idioma. Tudo isso será substituído pela ferramenta de backups do Google One, que, além de memorizar as configurações do celular, fará também cópias de imagens, vídeos e músicas arquivadas na nuvem. Ou seja, o usuário poderá controlar seu backup, de forma unilateral, tanto pelo menu de configurações do Android quanto pelo próprio app.

publicidade

Apesar da marca Google One, o novo sistema de backup ficará disponível para qualquer usuário que tiver uma conta pessoal no Google. Com um perfil simples no serviço, a empresa já oferece a ferramenta de armazenamento de forma gratuita na modalidade de 15 GB. Caso o usuário queira mais espaço, o Vida Celular fez um pequeno guia sobre como funciona cada plano no Google One e se vale utilizar o recurso para gerir arquivos mais pesados na nuvem, entre outras utilidades. No Brasil, o plano mais barato custa R$ 6,99 ao mês.

Seção de configurações de backup no Google One (captura de tela)

Configurações de backup no Google One: agora o usuário poderá ter acesso às opções do serviço de armazenamento no menu operacional do Android

Google encara o Google One como principal gerenciador de arquivos

Desde que lançou o Google One em 2018, o Google vem tentando transformar o serviço em seu principal armazenador de arquivos. Além da integração completa de backups no Android, uma prova disso é o fim do armazenamento gratuito do Fotos em junho deste ano: tudo leva a crer que a intenção era subordinar o tradicional gerenciador de imagens a um hub mais expansivo, como é o caso do Google One.

Nas próximas semanas, o novo sistema de backups deverá ser lançado em dispositivos que rodem o Android 8 ou versões posteriores. O Google promete dar mais detalhes sobre a unificação conforme mais usuários tenham acesso ao padrão backup do Google One.

Via 9to5Google

publicidade

Imagem: Dennizn/Shutterstock