Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A crise mundial que está afetando o abastecimento de chips não deverá impedir o mercado de smartphones de fechar 2021 com uma alta considerável em relação ao ano passado. Dados da Consultoria Canalys apontaram que as vendas deverão totalizar 1,4 bilhão até o final de dezembro. Isso representaria um crescimento de 12% no comparativo com 2020.

O saldo positivo representa a recuperação do setor, que chegou a ver uma queda de 7% no segmento na comparação entre 2019 e 2020, fruto das restrições impostas principalmente nos primeiros meses da Covid-19. A chegada da vacina e o relaxamento de tais medidas contribuíram para o cenário virar.

publicidade

“A resiliência da indústria de smartphones é incrível. Os smartphones são vitais para manter as pessoas conectadas e entretidas, e são tão importantes dentro como fora de casa. Em algumas partes do mundo, as pessoas não conseguiram gastar dinheiro em feriados e dias de folga nos últimos meses, e muitas gastaram sua renda disponível em um novo smartphone”, explicou Ben Stenton, gerente de pesquisa da Canalys.

Stentou confessou que a crise no abastecimento de chips vai ter ao menos um pequeno efeito nesse futuro próximo. De acordo com o executivo, “os pedidos pendentes estão aumentando” e “as marcas vão sentir o aperto”. Isso significa dizer que o número de 12% projetado para o crescimento do mercado de smartphones em 2021 seria ainda maior, caso não houvesse essa escassez de peças para a produção dos semicondutores.

Imagem mostra projeção do crescimento do mercado de celulares neste ano

Explosão do 5G

O mais recente relatório da Canalys também fez uma análise sobre o futuro do mercado de smartphones com a tecnologia 5G, não somente em 2021. E apostou que as vendas de celulares desse segmento crescerão a ponto de superar o comércio dos aparelhos 4G já em 2022. “Há um forte impulso por trás dos aparelhos 5G, e eles responderam por 37% das vendas no primeiro trimestre”, revelou Ben Stenton.

publicidade

Imagem mostra gráfico da Canalys indicando crescimento do mercado de smartphones 5G em 2021

De acordo com o executivo, o total de embarques de celulares 5G em 2021 deve chegar a 610 milhões de unidades, representando 43% do total vendido no ano. “Isso será impulsionado pela intensa competição de preços entre fornecedores, com muitos sacrificando outros recursos, como tela ou alimentação, para acomodar 5G no dispositivo mais barato possível”, apostou. Segundo Stanton, até o fim do ano, 32% dos smartphones disponíveis no mercado custarão menos do que US$ 300 (R$ 1.527, na conversão).

Via GizChina

Imagem: Lukas/Pexels/CC