Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O presidente da OnePlus, Pete Lau, anunciou nesta quarta-feira (16/06) que a empresa fará um processo de fusão com a Oppo. O anúncio foi realizado por meio de uma publicação no fórum oficial da OnePlus. Vale lembrar que as duas empresas já haviam confirmado, no início deste ano, a integração de suas equipes de pesquisa e desenvolvimento.

“Após ver o impacto positivo dessas mudanças, decidimos integrar ainda mais a nossa organização à Oppo”, explica Lau, no comunicado intitulado “Uma Nova Jornada para a OnePlus”. “Com esta integração mais profunda, teremos mais recursos à disposição para criar produtos ainda melhores. Também nos fará mais eficientes, por exemplo, trazendo atualizações de software mais rápidas e estáveis para os usuários OnePlus.”

publicidade

Como já foi observado no mês passado, os aparelhos da empresa chinesa, de fato, têm enfrentado problemas de adaptação ao Android 11. Ainda não ficou claro como a fusão com a Oppo ajudará a acelerar as atualizações de software no OnePlus, mas há rumores de que o ColorOS tenha um papel na operação. Além da interface não ter passado por grandes percalços com a versão mais recente do sistema operacional do Google, a versão beta do Android 12 para OnePlus menciona diretamente o “ColorOS” na descrição do sistema operacional.

Em entrevista ao Android Authority, um porta-voz da OnePlus, no entanto, negou a mudança. “No que se refere ao sistema operacional, o OxygenOS continuará sendo o sistema operacional para celulares OnePlus fora do mercado chinês”, disse.

Marcas seguem independentes

Ainda no comunicado desta quarta-feira (16/06), Pete Lau garantiu que a OnePlus vai continuar a “operar de forma independente”. A marca e os canais permanecerão os mesmos de hoje e a empresa continuará a lançar produtos com seu nome, também hospedando seus próprios eventos. “Estamos em um ponto de inflexão para o futuro do OnePlus”, disse o empresário. “À medida que começarmos a aumentar nosso portfólio de produtos, ofereceremos a vocês mais opções do que nunca.”

De qualquer forma, embora sejam marcas independentes, vale lembrar que Oppo e OnePlus fazem parte do mesmo conglomerado multinacional, a BBK Electronics. Sediada em Dongquan, extremo sul da China, a BBK também é proprietária das marcas Vivo, Realme e iQOO.

publicidade

Via Android Authority

Imagem: Karlis Dambrans/iStock