Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

O último relatório DSCC divulgado nesta segunda-feira (14) trouxe algumas previsões sobre o futuro dos dispositivos com telas dobráveis. A principal delas é que a Apple deve entrar nesse segmento apenas em 2023. Já Google, Oppo, Vivo e Xiaomi devem lançar novos dispositivos em breve, usando telas flexíveis da Samsung.

O relatório indica a Corning vai fornecer o vidro dobrável para a tela do Samsung Galaxy 3 Flip. O produto utiliza uma nova tecnologia para permitir que a tela seja resistente e também ser flexível. Acontece que a Corning também é uma grande fornecedora da Apple, o que pode ajudar na entrada da fabricante do iPhone no mercado. Faz todo o sentido que a longeva parceria entre as duas marcas seja mantida no mercado de telas dobráveis.

publicidade
Telas dobráveis nos próximos anos

O documento também diz que a Samsung Display criou um novo modelo de telas dobráveis com um formato mais econômico, o que pode ajudar a suprir a alta demanda que a empresa deve ter para fornecer os equipamentos para empresas terceirizadas. Como já citamos, Google, Oppo, Vivo e Xiaomi devem lançar produtos com telas flexíveis da Samsung até o fim deste ano, assim o investimento nesse setor está garantido.

Ainda segundo o relatório, a primeira tela dobrável com câmera embaixo do painel está em desenvolvimento. Além disso, um novo sistema de filtro de cores deve ser capaz de reduzir a espessura desses displays.

Demanda por telas dobráveis/flexíveis deve aumentar até 2025

As previsões da DSCC diz que a demanda por telas dobráveis deve crescer cerca de 87% entre 2022 e 2025. A maior parte desses dispositivos devem ser smartphones e tablets. No caso de notebooks, o setor ainda precisa se adaptar após o cancelamento do Windows 10X por parte da Microsoft. Já as TVs flexíveis devem seguir como um produto premium, muito por causa do custo elevado de uma tela de maiores proporções.

Imagem: kasezo/iStock

publicidade