Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Lançado na Índia no meio do ano passado, o modelo anterior do Oppo A53 levou um de seus compradores ao hospital, após supostamente explodir dentro do bolso do usuário. Em um vídeo de aproximadamente 7 minutos postado no YouTube, um familiar da vítima exibiu a nota fiscal com a data da compra do smartphone, para comprovar que o mesmo ainda se encontrava em garantia, e detalhou o ocorrido.

publicidade

De acordo com o relato, o Oppo A53 foi comprado em agosto de 2020, portanto, há menos de um ano, e era utilizado pelo dono, que é motorista, apenas para “fazer ligações e navegar na internet”. O problema de aquecimento, que teria levado o smartphone a explodir no bolso do usuário, também não teria sido causado pelo uso de acessórios irregulares, já que, segundo a vítima, ele sempre utilizava o carregador que veio de fábrica junto ao Oppo A53.

As diversas imagens postadas mostram o homem exibindo a calça danificada pela explosão do smartphone e, também ferimentos que teriam sido causados pelo incidente. O curioso é que, apesar de o bolso queimado ser o do lado esquerdo da calça, a vítima exibiu faixas cobrindo ferimentos em ambas as pernas, tanto na região da coxa quanto do tornozelo direito.

Imagens mostram calça com bolso queimado, homem com ferimentos na cama e Oppo A53 que explodiu

A Oppo, que lançou a nova versão do Oppo A53 na Índia em abril deste ano, ainda não se pronunciou sobre o ocorrido, seja para dar a explicação oficial sobre o que levou o smartphone a explodir ou, simplesmente, para contestar a versão apresentada pela vítima. A empresa faz parte do grupo BBK Electronics, junto da OnePlus e da Realme, e tem como atração principal os preços competitivos de seus celulares.

publicidade
Apple passou por problema similar

Ter acusações sobre um smartphone que explode não é “privilégio” da Oppo e o A53. A Apple, em duas oportunidades, somente em 2021, encarou problemas similares, e em países diferentes, após graves falhas apresentadas pelo iPhone.

Em março, um homem na Austrália deu início a um processo contra a empresa após seu iPhone explodir no bolso. O acidente aconteceu em 2019, e Robert De Rose teve queimaduras de segundo grau. Ele não percebeu que havia algo errado com o celular até sentir dores na perna, e então notar que seu aparelho fez um barulho estranho.

No início do mês passado, um homem no estado do Texas, Estados Unidos, também anunciou que está processando a Apple porque a bateria de seu iPhone 6 explodiu. No incidente ocorrido em 2019, Robert Franklin, morador da cidade de Hopkins County, teve ferimentos em seus olhos e pulso.

Via Phone Arena