Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Novos dados do processo entre a Epic Games e a Apple revelam que o índice de migração de usuários iOS para o Android é maior do que se imagina. De acordo com documentos internos da Apple, cerca de 26% dos donos de iPhone deixaram seu ecossistema entre o primeiro e o segundo trimestre de 2020. O intervalo é conhecido pela janela de lançamento dos novos iPhone.

Parte desta mudança estaria relacionada ao custo cada vez mais elevado dos aparelhos da Apple, mesmo em mercados como o americano, bem como o fato de que os avanços no sistema Android já não fazem dos iPhones tão superiores em relação aos seus concorrentes como já foram um dia. O argumento teria sido utilizado pela Epic Games para justificar que as práticas de mercado da Apple não são competitivas.

publicidade

Apesar da revelação, durante o julgamento, a Apple declarou que a mudança de usuários para o Android não é um problema, mas algo natural. De acordo com a empresa, consumidores mudam de opinião a todo o tempo e têm o direito de testar outros sistemas. Além disso, o contrário também acontece e donos de Android também acabam migrando para o iOS.

Além dos dados de perda de usuários, o julgamento da Epic Games revelou outra informação sigilosa sobre os planos de parceria entre a Apple e os fabricantes de Androids. De acordo com documentos citados no tribunal, a proprietária do iPhone pretendia disponibilizar o iMessage, o Messenger do iPhone para outros dispositivos desde 2013.  O projeto, no entanto, não foi levado para frente.

A Epic Games – empresa proprietária do game Fortnite – processa a Apple por práticas abusivas e de monopólio dos seus usuários. De acordo com a empresa, a Apple cobrara excessivamente em cima das comissões de jogos  e outros produtos vendidos na App Store. Já a Apple, por sua vez, acusa a Epic de infringir seus termos de uso criando uma loja paralela de aplicativos dentro do Fortnite. Esta infração teria resultado no banimento do game em dispositivos iPhone.

Via Android Central
Imagem: Blocks/Unsplash

publicidade