Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

No passado, a Apple já protagonizou piadas pela duração péssima de bateria dos iPhones. Mesmo que hoje ainda não possuam capacidade de 7000 mAh ou nada perto disso, os smartphones mais recentes da empresa, como a linha iPhone 12, contam com boa autonomia. Agora, segundo um insider, isto poderá ficar ainda melhor, já que seria previsto uma bateria ainda maior para o iPhone 13.

Quem traz essa novidade é o insider Digital Chat Station, via Weibo. Segundo ele, até mesmo o iPhone 13 Mini contaria com uma bateria maior. O celular compacto traria célula de 2406 mAh, contra 2227 do seu antecessor, que em testes realmente possuía uma autonomia decepcionante. Já os iPhone 13 e 13 Pro viriam com uma bateria de 3095 mAh. A dos iPhone 12 e 12 Pro contam com 2815 mAh.

publicidade

O maior salto nesse sentido, porém, ficaria com o iPhone 13 Pro Max, previsto para receber célula de 4352 mAh. Seria não apenas a maior capacidade já vista em um celular da Apple, como representaria um aumento de 665 mAh em relação aos 3687 mAh do iPhone 12 Pro Max.

Vale observar que até pelas estimativas marketeiras da Apple, o atual flagship já alcança 20 horas de vídeo até precisar ser ligado em uma tomada, graças a integração de software e hardware da empresa. As expectativas, então, são ótimas. Segundo o vazamento, o tamanho e espessura dos celulares não ficaria comprometido, vez que o design interno foi reprojetado com a mudança no desenho da bandeja de chip e a adesão de insumos flexíveis, deixando de lado alguns circuitos impressos.

Telas LTPO

Além da bateria maior para a família iPhone 13, é esperado que ao menos os modelos mais avançados contem com telas de alta taxa de atualização, que também são adaptativas. Ou seja, mesmo podendo chegar a 120Hz, elas também poderiam trabalhar com frequências baixíssimas, antes dos 60Hz. Isto se traduziria em menor consumo energético.

Se tudo isto for confirmado, a Apple entregará com os iPhone 13 uma geração que realmente evolui em recursos. Até porque, é válido lembrar que a linha deverá contar com um notch menor, pela primeira vez na história. O lançamento da nova linha iPhone só acontecerá em setembro, e claro, a Apple não se pronunciará sobre os smartphones até lá.

publicidade

Via Phone Arena