Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Difernete de outras tags de rastreamento, como os modelos da Samsung e da Tile, as AirTags da Apple não podem ser usadas diretamente como um chaveiro e precisam de um case para funcionarem como tal. Além dos modelos oficiais da fabricante, também estão sendo feitos alguns por empresas externas e a WarerField lançou um modelo em couro. Como é de costume da marca, o chaveiro é premium e prende a tag através de um cabo de aço inoxidável de 1,5 milímetros, que chega com um pequeno compartimento de couro onde as AirTags ficam. Pequenos furos deixam o som das pequenas caixas do aparelho sair.

Chaveiro especial para AirTags

publicidade

A vantagem do case é que ele torna os localizadores 100% protegidos, já que ficam o tempo todo dentro do compartimento de couro. Isso pode ser importante considerando que já foi relatado que as AirTags arranham com certa facilidade. O acessório ainda chega com um anel de metal para ser pendurado em bolsas ou outros equipamentos. O case todo é fechado com um parafuso, que pode ser removido para a troca do equipamento, da bateria etc.

Apesar de eficientes, os chaveiros para as AirTags já causaram problemas. Recentemente a Hermès lançou um case para os localizadores que, apesar do preço exorbitante (maior do que do equipamento em si), teve suas vendas canceladas devido a possíveis problemas na costura. Os chaveiros da Hermès foram anunciados com preços entre R$ 1.600 e R$ 2.400. Mas, existem opções bem mais baratas e o case da Waterfield sai por US$ 25 (algo na faixa de R$ 130 em conversão direta). No Brasil, as AirTags custam R$ 369 por uma unidade — ou R$ 1.249.

Via MacRumors

publicidade