Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Apple liberou um modo para você testar as AirTags sem ter elas fisicamente, tudo funciona por meio de realidade aumentada. A ideia é fornecer uma “experiência com AirTags”. O propósito parece meio estranho, mas permite os usuários sentirem como é o localizador sem precisarem ir presencialmente até uma loja (o que em época de pandemia é sempre uma boa ideia).

Assim como as AirTags, apenas usuários de produtos da Apple conseguem testar o método, já que o processo é feito pelo Safari, navegador exclusivo da empresa de Cupertino, Califórnia.

publicidade

AirTags em realidade aumentada

Existem duas experiências virtuais. A primeira delas é mais simples, e envolve baixar alguns modelos e acessórios das AirTags. O usuário consegue visualizar o localizador em 3D e observar todos os detalhes. Ainda dá para escolher cor e o acessório que acompanha. Isso pode ser visto no “Find Your Style”, neste link do 9to5Mac, ou diretamente na página das AirTags no site da Apple (em ambos os casos, só no Safari, como citamos acima).

AirTags

Imagem: Reprodução 9to5Mac

Agora, o segundo recurso permite que busque AirTags falsas em realizada aumentada. Basicamente ele simula que a pessoa perdeu um objeto e precisa encontrá-lo. Em uma superfície plana, é possível rastrear as AirTags e tudo é acompanhado pela câmera do smartphone. Para visualizar, abra o “Launch AR Experience” aqui (link: 9to5Mac).

AirTags

Imagem: Reprodução 9to5Mac

Caso tenha gostado da experiência em realidade aumentada e queira comprar, as AirTags começaram a ser vendidas nos Estados Unidos nesta sexta-feira (30/04). O preço ficou em US$ 29 (em torno de R$ 160) a unidade, já o pacote com quatro fica por US$ 99 (cerca de R$ 550). No Brasil, não há previsão de lançamento, mas os preços já são conhecidos: enquanto a unidade sai por R$ 369, o pacote com quatro tags custa R$ 1.249.

Via 9to5Mac

publicidade