Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Em comemoração ao Dia Mundial da Conscientização sobre Acessibilidade, que acontece no dia 20 de maio, a Apple anunciou o lançamento de várias ferramentas de acessibilidade para facilitar a vida de pessoas com vários tipos de deficiências. As ferramentas devem ser implementadas em vários produtos da Apple nos próximos meses.

“Na Apple, sempre sentimos que a melhor tecnologia do mundo deve responder às necessidades de todos, e nossas equipes trabalham incansavelmente para construir acessibilidade em tudo que fazemos”, disse Sarah Herrlinger, diretora de Políticas e Iniciativas de Acessibilidade Global. “Com essas novas funções, estamos expandindo os limites de inovação com tecnologias da próxima geração, que trazem a diversão e função da tecnologia Apple para ainda mais pessoas, e mal podemos esperar para compartilhá-las com nossos usuários.”

publicidade
As novas ferramentas de acessibilidade da Apple

Com a função Background Sounds, os usuários poderão minimizar distrações sonoras do ambiente para manter o foco, se acalmar ou descansar. Há opções de ruído branco, além de sons de oceano, chuva e rio. Segundo a Apple, os sons de fundo da função podem se misturar ou se esconder sob os outros áudios dos aparelhos.

A função AssistiveTouch foi pensada para usuários com mobilidade limitada. Essas pessoas vão poder usar o Apple Watch sem necessidade de tocar a tela do relógio, fazendo gestos com as mãos como fechar o punho ou juntar os dedos indicador e polegar. Pessoas com problemas de mobilidade também poderão contar com apoio para ferramentas de rastreamento de olhos de outras empresas para usar iPadOS.

SignTime Apple

Divulgação / Apple

Com o SignTime, usuários surdos da Apple poderão se comunicar com o serviço de atendimento ao cliente da própria companhia e de outras empresas do varejo através de língua de sinais americana nos EUA, língua de sinais britânica no Reino Unido e língua gestual francesa na França por navegador de internet. Essa função já estará disponível para esses países a partir de amanhã.

A Apple também está lançando personalização de memojis representando pessoas que usam implante coclear, tubo de oxigênio ou capacete macio, um tipo especial de capacete para pessoas que sofrem de convulsões, por exemplo.

publicidade

O leitor de tela para pessoas com visão limitada VoiceOver da Apple vai receber uma atualização que permitirá que os usuários explorem mais detalhes sobre pessoas, texto, dados de tabela e outros objetos em imagens. Os usuários também podem acrescentar suas próprias descrições de imagem com o Markup.

Suporte para aparelhos auditivos

A Apple vai introduzir suporte para seus aparelhos auditivos Made For iPhone para fazer ligações de celular ou FaceTime sem usar as mãos. Ainda para pessoas com perda auditiva, a função Acomodações de Fone de Ouvido vai permitir importar exames de audiogramas, assim os usuários poderão personalizar seu áudio nos fones.

Usuários com mobilidade reduzida ou problemas de fala poderão usar o Sound Actions for Switch Control, que substitui botões ou interruptores físicos por sons como estalar a língua, fazer pop com a boca ou dizer “ee”.

Além disso, opções de tela e tamanho de fonte também serão personalizáveis por aplicativos, o que ajuda pessoas daltônicas ou com outros problemas de visão a enxergar melhor as telas dos dispositivos da Apple.

A maioria dessas novas ferramentas de acessibilidade da Apple devem vir com a atualização para iOS 15, que será apresentada no evento online WWDC21 da Apple em junho.

Via MacRumors