Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Xiaomi lançou no fim de abril o Redmi K40 Gaming Edition, celular gamer da marca, com botões externos especialmente desenhados para aprimorar o desempenho, tela com configurações avançadas e até antena especial. Os preços das diversas variantes, no entanto, ainda acabaram deixando de fora uma boa parcela de consumidores, que sonham com um smartphone gamer, mas um pouco mais acessível.

De olho nessa fatia de mercado, a empresa anunciou que está preparando uma versão um pouco mais em conta com Redmi K40 Gaming Edition. O responsável pela informação foi o leaker Digital Chat Station, que revelou a novidade em sua conta no Weibo. De acordo com o informante, a nova variante do celular gamer da Redmi manterá a bateria encontrada no modelo top, de 5000 mAh, o carregamento rápido de 67W e a tela com resolução 2400 x 1080 pixels e orifício central para a câmera de selfie.

publicidade
A grande diferença

A principal diferença em relação à série lançada no fim de abril e a nova versão que está sendo trabalhada está debaixo do capô. Enquanto os modelos de celular gamer da Redmi que já estão no mercado trabalham com o chipset Dimensity 1200, da MediaTek, a variante mais barata (e talvez global) será equipada com o Dimensity 1100. Trabalhado sob um novo processo EUV de 6 nm, o processador também tem oito núcleos, mas apresenta um desempenho um pouco inferior.

A compensação pelo desempenho um pouco abaixo do antecessor está no consumo de energia, que, segundo a Redmi, é até 8% menor nessa nova variante do celular gamer. O preço, como informado, também será diferente, e menor do que as versões já existentes. A ideia da Redmi, de acordo com o leaker Digital Chat Station, é cobrar algo em torno de 1500 yuan (R$ 1.224, na conversão direta) pelo modelo, que ainda não tem data certa para chegar ao mercado. As versões já lançadas custam entre R$ 1.677 e R$ 2.265, em valores já convertidos para a moeda do Brasil, sem taxas ou impostos.

Via Sparrows News e GizChina

publicidade