Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Para quem nunca viu, o iMessage é o serviço de mensagens exclusivo entre aparelhos da Apple. Como outros apps da empresa, mas como é estranho num app de comunicações, que devia abranger o maior número de pessoas possível, nunca teve uma versão para Android. Agora, após informações iniciais, foi revelado mais sobre como essa decisão aparentemente duvidosa foi tomada. Em 2013, Eddy Cue, vice-presidente sênior de Serviços de Internet e Software da empresa, chegou a tentar fazer isso acontecer.

Como o foco do iMessage é justamente a comunicação, o fato de estar presente em apenas uma plataforma acaba limitando seu uso, disse Cue. No entanto, internamente, o executivo foi rebatido com o argumento de que a expansão do iMessage “nos prejudicará mais do que nos ajudará”.

publicidade

“Queremos perder um dos aplicativos mais importantes em um ambiente móvel para o Google? Eles têm pesquisa, e-mail, vídeo gratuito e estão crescendo rapidamente nos navegadores. Temos o melhor aplicativo de mensagens e devemos torná-lo o padrão do setor”, escreveu o executivo em um e-mail de 2013.

“Na ausência de uma estratégia para se tornar o principal serviço de mensagens para [a] maioria dos usuários de telefones celulares, estou preocupado [que] o iMessage no Android serviria simplesmente para remover um obstáculo para as famílias do iPhone darem telefones Android aos seus filhos”, rebateu Phil Schiller, vice-presidente de marketing da Apple.

Batalha judicial

Isso tudo se tornou público em mais um capítulo da disputa judicial entre Apple e Epic Games. A empresa de jogos está usando o caso do iMessage no Android nos tribunais para tentar provar que a exclusividade da App Store dá um poder ilegal de mercado para a Apple. Nos e-mais divulgados, Cue diz que a notícia de que o Google havia tentado comprar o WhatsApp por US$ 1 bilhão era um sinal de que a Apple precisava expandir o iMessage para o Android em uma tentativa de dominar um setor cada vez mais concorrido.

A Epic também cita uma série de outros serviços da Apple que poderiam estar contribuindo para o aprisionamento dos usuários no universo do sistema operacional da Maçã. Entre eles, o serviço de bate-papo por vídeo FaceTime, lançado para iPhones, iPads e Macs, mas não está oficialmente disponível para outros dispositivos fora do iOS. Recentemente, a Apple afirmou que a App Store não é um monopólio, contrariando a narrativa que vem sido construída pela Epic Games. Tudo indica que a disputa pode se prolongar um pouco mais, assim não temos nenhuma previsão de qual será o seu desfecho.

publicidade

Via The Verge

Imagem: grinvalds (iStock)