Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Desde agosto do ano passado, a Epic Games e a Apple vêm travando uma batalha judicial causada pela remoção do Fortnite da App Store. Da última vez, o justiça determinou a presença de Tim Cook e Craig Federighi como testemunhas. A processo ainda continua, e agora, Tim Cook (Apple) e Tim Sweeney (Fortnite) ficarão cara a cara no tribunal.

Apple se posiciona sobre o caso

Há duas versões sobre o caso, a Epic acusa a Apple por práticas anticompetitivas e monopolistas em relação à pagamentos. Por outro lado, a Apple relata quebra de contrato da Epic para aumentar sua receita. Em um comunicado ao Tech Runch, a Apple se pronunciou sobre ocorrido e declarou:

publicidade

“Nossos executivos seniores esperam compartilhar com o tribunal o impacto muito positivo que a App Store teve sobre a inovação, as economias em todo o mundo e a experiência do cliente nos últimos 12 anos. Estamos confiantes que o caso irá provar que a Epic violou propositalmente seu acordo apenas para aumentar suas receitas, o que resultou em sua remoção da App Store. Ao fazer isso, a Epic contornou os recursos de segurança da App Store de uma forma que levaria à redução da concorrência e colocaria a privacidade dos consumidores e a segurança dos dados em um risco tremendo.”

Outras testemunhas convocadas para depor

Além de Tim Cook e Tim Sweeney, a lista de testemunhas inclui executivos das duas empresas para prestar depoimento no tribunal. Entre eles estão o já citado Craig Federighi e Phil Schiller (ambos da Apple) e Mark Rein (da Epic Games). Nessa lista, consta também nomes de membros da Microsoft, Facebook e NVIDIA.

Por fim, o início deste julgamento entre Apple e Epic Games está previsto para o dia 03/05. Lembrando que na Austrália, a desenvolvedora do Fortnite processou o Google, alegando condutas anti-competitivas, que infringem as leis de consumidores.

Imagem: Ekaterina Bolovtsova (Pexels)

publicidade