Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

A versão beta 2.21.9.6 do WhatsApp para Android apresenta um novo recurso que permite a limpeza automática do histórico de mensagens. Mas, não adianta se empolgar muito, pois elas ainda é interna, e assim, não pode ser acessada.

Pois é, nem mesmo os testadores estão tendo acesso a essa nova opção, que foi revelada graças ao trabalho de engenharia reversa no app. Para quem não conhece o termo, isso acontece quando trechos inativados de código, que estão ali compilados, são “reencaixados” para gerar a visualização completa de uma função. Nesse processo foi descoberta a nova função, que indica que as mensagens temporárias do mensageiro poderão receber uma opção de sumiço após 24 horas.

publicidade

A interface sugere que poderão ser configurados períodos de 24 horas ou sete dias para que o mensageiro limpe as mensagens. A ferramenta já permite que seja configurado um comportamento conversa a conversa. Ou seja, o utilizador decidirá quais chats deverão sumir algum tempo, e quais poderão ser registrados sem limitações.

Captura de tela da nova opção de limpeza automática de histórico do WhatsApp

É válido observar que essa função afeta o histórico do usuário que programou a limpeza automática do histórico do WhatsApp e do destinatário. Qualquer uma das partes pode alterar essa configuração a qualquer momento. Para grupos, administradores podem ativar ou desativar a ferramenta, além de contarem com a opção de selecionar quais participantes poderão alterar, ativar ou desativar essa rotina.

Como a nova opção do temporizador ainda não está disponível nem ao menos para os testadores beta, é provável que ainda leve algum tempo para ser distribuída publicamente. Certamente é uma possibilidade que agradará quem considera a limpeza semanal um prazo grande. Outra novidade que o app deverá lançar no futuro envolve a reprodução acelerada de áudios, uma realidade de longa data do rival Telegram.

publicidade

Via WA Beta Info

Imagem: Pexels/Pixabay/CC