Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

A corrida para lançar o primeiro chip de 4nm do mundo parece que terá um novo concorrente: a MediaTek. Segundo vazamentos de um portal chinês e do leakster Digital Chat Station (em seu perfil do Weibo), a fabricante de Taiwan deve lançar seu produto ainda este ano. Com isso, ela ultrapassa a Qualcomm, que tinha planos para 2022.

Atualmente, os menores chips para celulares possuem 5nm e são grandes concorrentes. O primeiro deles foi o A15, da Apple, que veio seguido dos Exynos 1080 e 2100, da Samsung, e o mais recente Snapdragon 888. Inclusive, uma das fontes relata que o poder de processamento do novo chip da taiwanesa deve superar esse novo queridinho da Qualcomm.

publicidade

Destino do processador

Esse chip de 4nm está sendo desenvolvido em parceria entre MediaTek e a TSMC, fabricante de semicondutores da mesma região. Ele deve ter um preço mais elevado que os atuais. Além disso, o processaor já tem destino e deve chegar ao mercado no Q4 de 2020, segundo o leakster chinês. A própria MediaTek deve lançar um smartphone flagship com a tecnologia em breve.

Outras fabricantes de celulares Android também já estão de olho no processador minúsculo e encomendaram suas unidades. Entre elas, a Samsung que deve lançar um aparelho que deve ficar entre um intermediário superior e um flagship com esse chip de 4nm da MediaTek. Na lista de compradores, também estão presentes Vivo, Oppo e Xiaomi.

Pequeno e poderoso

Mas, por que desenvolver um processador desse tamanho? A resposta é simples: poder de processamento. Quanto menor for o chip, mais rápido a energia pode fluir por ele e isso significa mais rapidez para processar informações. Isso também confere vantagem comercial aos aparelhos da MediaTek. Porém, os 4nm têm seu preço. Chips pequenos possuem menos espaço para o calor ser eliminado.

E se você está surpreso com um chip alcançando esse miudeza, já tem outro menor ainda por vir. A fabricante TSMC está trabalhando em um processador próprio que deve ter ainda menos tamanho, chegando a 3nm. Esse chip deve chegar em 2022 e a Apple já está de olho nele para implementar seu iPhone 13.

publicidade

Via Sammobile

Imagem: Brian Kostiuk/Unsplash/CC