Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Apple divulgou nesta segunda-feira (19/04) a recente versão do Relatório de Progresso Ambiental, e revelou ter ajudado o meio-ambiente ao parar de disponibilizar o carregador ao vender o iPhone 12 sem o acessório na caixa. De acordo com os números, foram exatamente 861 mil toneladas a menos de minério de cobre, estanho e zinco produzidos, além de uma grande economia na produção de plástico e papel.

“Deixar de fora esses adaptadores foi uma mudança ousada para a Apple e necessária para o nosso planeta. Desde que os removemos das caixas do iPhone e do Apple Watch no ano passado, evitamos extrair uma quantidade significativa de materiais da terra e eliminamos as emissões de carbono que vêm do processamento e transporte deles”, explicou a empresa, em comunicado postado em seu site.

publicidade

O relatório conta também com uma declaração de Tim Cook, CEO da empresa, dada durante evento das Nações Unidas sobre as mudanças de clima no planeta. “Juntos nós podemos mudar para uma economia baseada em emissão neutra de carbono e inaugurar uma nova era de oportunidade inclusiva. Esse é um momento para ambição, cooperação e liderança”, pregou o executivo da empresa de Cupertino.

Outros pontos levantados pela Apple no relatório sobre os benefícios ao meio-ambiente gerados pelo não fornecimento do carregador estão ligados diretamente à economia de energia, na casa de 13.9 milhões de kWh, à redução na emissão de carbono na atmosfera e no redirecionamento de recursos para energia renovável e para um fundo que investirá em soluções naturais para os problemas relacionados às mudanças climáticas.

Apple fez relatório completo sobre benefícios ao meio-ambiente após parar de fornecer carregador com iPhone 12
Trecho do relatório da Apple sobre benefícios ao meio-ambiente (Divulgação)

Decisão gerou multa no Brasil

A ideia da Apple de remover o carregador da caixa, mesmo tendo como pano de fundo a ideia de preservação do meio-ambiente, causou críticas à empresa no ano passado e, recentemente, rendeu a ela uma pesada multa no Brasil. O Procon-SP considerou a atitude um desrespeito ao Código de Defesa do Consumidor e aplicou uma sanção no valor de R$ 10.546.442,48, por meio de processo administrativo.

“A Apple precisa entender que no Brasil existem leis e instituições sólidas de Defesa do Consumidor. Ela precisa respeitar essas leis e essas instituições”, avisou Fernando Capez, diretor-executivo do Procon-SP, em comunicado oficial no portal do órgão, ao justificar a aplicação da multa em cima da Apple no Brasil.

publicidade

A venda de um smartphone com o preço cobrado pela Apple pelo iPhone 12 sem o carregador também configurou, segundo o Procon, uma “prática abusiva”, já que “o acessório é necessário e essencial para o funcionamento” do aparelho. A justificativa de que seria em benefício do meio-ambiente não foi comentada pelo órgão, até porque a Apple não respondeu aos questionamentos do Procon sobre a ausência do carregador na caixa do flagship.

Via Phone Arena

Imagem: Thorn Yang/Pexels/CC