Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Xiaomi anunciou recentemente o Mi Mix Fold, seu primeiro smartphone dobrável, seguimento em que há um enorme desafio relacionado a dissipação de calor.

Um celular comum é basicamente uma tábua, e o processador e bateria, que produzem mais calor, estão sempre à mesma distância do exterior, para onde o calor é dissipado. Um dobrável pode virar um sanduíche quando fechado, criando uma camada entre a produção de calor e o exterior. Quando aberto, ol problema é outro: a produção de calor e dissipação são assimétricas, porque a distribuição dos componentes não é igual entre as duas partes, exigindo mais cuidado do lado onde fica posicionada a placa-mãe e o chipset.

publicidade

Com isso em mente, a Xiaomi criou um sistema de dissipação de calor especial para o Mi Mix Fold. O projeto envolve uma estrutura de “micro airbag”, que consegue resistir a dobra e funciona de forma tridimensional em ambos os lados, refrigerando o aparelho. A vantagem é que, apensar do celular ser dividido em duas partes, o modelo de dissipação consegue funcionar conectando ambos os lados.

Para ser resistente, a Xiaomi construiu esse airbag com camadas, sendo o centro composto de gel térmico e resfriamento líquido, e as duas camadas externas do sistema feitas com folhas de grafite, que conseguem aguentar as dobras e o calor.

Em celulares convencionais, quanto maior a área de dissipação, mas fácil é o resfriamento. Smartphones dobráveis possuem uma área muito grande, mas o fato de ficar dividido dificultava o aproveitamento de todo esse tamanho. Com o sistema conectado, a Xiaomi conseguiu superar isso.

No total, o Mi Mix Fold possui uma tela de 8,1 polegadas AMOLED quando aberta, além de um display externo de 6,7, tudo isso abastecido pelo Snapdragon 888, o que segundo a Xiaomi, tornou o sistema de dissipação de calor um grande desafio. O smartphone começa a ser vendido na China nesta sexta-feira (16/04).

publicidade

Via SparrowNews