Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Arquivo Nacional dos EUA (National Archives and Records Administration, ou NARA) anunciou essa semana que não obteve a permissão necessária do Twitter para recuperar a conta banida de Donald Trump. A agência, que serve como entidade independente e responsável pela preservação histórica dos Estados Unidos, queria que o perfil fosse restaurado para fins históricos.

O que é o Arquivo Nacional dos EUA?

O Arquivo Nacional é uma agência federal, independente dos governos, responsável pela preservação histórica do país. Ela armazena desde discursos, documentos, fotos e itens até registros digitais que façam sentido para a memória americana, incluindo as contas das redes sociais dos antigos presidentes, como o Obama.

publicidade

Desde que os presidentes passaram a utilizar as redes sociais ativamente (na administração Obama), tornou-se convencional que, ao trocar de gestão, a conta utilizada anteriormente passa aos cuidados do acervo nacional que a mantém como uma espécie de registro histórico interativo, no qual os usuários podem checar as publicações e até mesmo interagir por meio de retweets e menções.

Banimento do perfil pessoal de Trump é permanente, diz Twitter

Acontece que, no caso de Trump, o problema é um pouco mais delicado, uma vez que além da sua conta oficial – que já foi arquivada sob os cuidados da instituição -, o ex-presidente costumava a fazer declarações polêmicas em sua conta pessoal (@RealDonaldTrump). Este perfil foi banido permanentemente da plataforma, em janeiro de 2021, quando incitou a invasão da população ao Capitólio e questionou a legitimidade dos votos que elegeram o seu concorrente Joe Biden. Deste modo, o que o Arquivo Nacional deseja é que a conta pessoal de Trump seja restaurada e transferida para os cuidados da instituição.

Para o Twitter, no entanto, o teor das mensagens torna esta solicitação impossível. De acordo com a rede social, a suspensão de Donald Trump não é tão simples como parece. Ele foi banido por não cumprir com os termos de uso da plataforma, emitindo opiniões de ódio e que incentivavam a violência. Por isto, estas publicações não voltarão ao ar.

Arquivamento será feito, mas fora do Twitter

De acordo com o Arquivo Nacional, a entidade aceita o posicionamento do Twitter e alega que, independentemente da conta voltar ao ar ou não, o teor das mensagens será preservado em cópias localizadas nos seus próprios servidores. Ainda de acordo com a agência, este conteúdo pode ser disponibilizado em breve ao público.

publicidade

Além do Twitter, Donald Trump também foi banido de outras redes como o Facebook e o YouTube. A rede de vídeos do Google, no entanto, divulgou recentemente que o ex-presidente pode ter a sua conta de volta quando o risco de aumento à violência passar.

Via The Guardian

Imagem: Naresh777 (Shutterstock)