Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Após muitos rumores a LG finalmente confirmou o fim de sua divisão de smartphones. A companhia disse que os aparelhos ainda serão comercializados até o fim dos estoques e que os consumidores da LG ainda vão receber atualizações e suporte. No entanto, não foi dado um prazo para o fim do serviço e isso pode variar para cada país.

Em sua carta de despedida dos celulares, a LG disse que “fornecerá suporte de serviço e atualizações de software para clientes de produtos móveis existentes por um período que varia de acordo com a região”. Isso parece um tanto vago e não deixa claro se esse período é de um ano ou de dois meses.

publicidade

Mas para sorte dos usuários LG, a sul-coreana detalhou um pouco melhor esses planos em seu site oficial e os smartphones mais recentes podem, inclusive, receber atualização para o Android 12. Mas para isso não poderá ocorrer grandes problemas durante os testes.

Quais modelos da LG vão receber atualizações?

Basicamente a LG explicou que vai terminar de lançar o Android 11 para seus modelos que faltam e que planeja liberar o Android 12 para seus dispositivos mais recentes. Mas, caso aconteça algum problema durante os testes com a última versão do sistema operacional do Google, a companhia pode não ter tempo hábil de resolver isso e abandonar o lançamento.

A LG já lançou o Android 11 para a maioria de seus últimos produtos, como o Velvet 5G e o V60 ThinQ, e nas próximas semanas prometeu liberar atualizações para o Wing, para o K52, o K42, o Velvet 4G, o G8S e o G8X. Já em relação ao Android 12, é provável que a versão chegue apenas nos modelos mais avançados como o Velvet, o Wing e o V60 ThinQ.

A decisão de encerrar a divisão de smartphones chega após a companhia amargar prejuízo por 23 trimestres consecutivos. A sul-coreana, que já foi uma das principais fabricantes de celulares do mundo, viu sua participação no setor reduzir a cada ano. Ao contrário de empresas como Samsung e Motorola, que conseguiram se adaptar ao novo cenário com concorrentes chinesas, a LG acabou perdendo relevância.

publicidade

Via XDA Developers

Imagem: iStockVadim