Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

As expectativas já eram grandes para o Evento da Xiaomi, que acontece na próxima segunda-feira, dia 29 de março, às 19h30min no horário da China (que, com 11 horas de diferença, cairá às 8h30 aqui). Numa época em que sofremos de escassez de processadores, a Xiaomi acaba de sugerir que está desenvolvendo um processador próprio.

Não é a primeira vez. Em 2017, a Xiaomi apresentava o Surge S1, destinado aos aparelhos mais em conta. Mas não foi muito adiante. Na rede social chinesa Weibo, a empresa postou um teaser sobre um pequeno chip autoral para o dia 29 de março e, ao fim do texto na postagem, escreveu “my heart surged”. Surge, significa, um aumento súbito de alguma coisa – um surto. E também indica que o novo processador da Xiaomi poderá ser uma sequência do seu primeiro.

publicidade
Surge S1 no Xiaomi Mi 5C

O chipset de 2017 da empresa foi inserido no smartphone Xiaomi Mi 5C e era um processador completo. Para desenvolver um novo dispositivo com essa propriedade elevada, a fabricante precisaria de muito empenho, ainda mais em um cenário com grandes empresas consolidadas na liderança desse mercado. A contar pelo teaser e a aparente humildade com a qual a Xiaomi apresenta seu futuro processador, pode ser que estejamos diante de algo mais modesto, um processador secundário para trabalhar ao lado de um SoC padrão.

O Google adota uma estratégia semelhante no Pixel Neural Core e Pixel Visual Core, impulsionando o aprendizado de máquina e o processamento de imagem ao lado de um SoC da Qualcomm. Ou seja, um chip personalizado da Xiaomi poderia oferecer um trabalho nessa linha, permitindo que um processador Snapdragon da série 800 cuide de todo o restante dentro de um dispositivo.

Enfim, em poucos dias, estaremos diante de anúncios oficiais a respeito não só do provável novo Surge, como também de lançamentos muito aguardados da Xiaomi. Em seu evento, teremos vários lançamentos, como os do Xiaomi Mi 11 Ultra e do Xiaomi Mi 11 Pro, além do enigmático Mi Mix, o flagship dobrável da fabricante.

Via Pocketnow e Android Authority

Imagem: Ramyar Rasooli/Pixabay/CC