Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Match Group, dono do aplicativo Tinder, um dos mais populares no segmento de encontros e namoro, fechou uma parceria com a Garbo para aumentar a segurança dos usuários por meio da verificação do histórico de quem estiver inscrito na plataforma. A Garbo é uma instituição sem fins lucrativos criada por mulheres, e que fornece informações sobre violência e abuso. Os dados da plataforma, agora, estarão disponíveis aos usuários do Tinder.

Tracey Breeden, chefe de segurança e defesa social do Match Group, comemorou o acerto entre as empresas: “A verificação de antecedentes do consumidor cuidadosa e inovadora da Garbo permitirá e capacitará os usuários com informações, ajudando a criar caminhos isentos para uma maior segurança nas conexões e comunidades online”, apostou, em comunicado distribuído à mídia internacional

publicidade

A CEO da Garbo, Kathryn Kosmides, concordou com a visão da chefe de segurança do Match Group, e previu no aumento da segurança do Tinder por meio do banco que permitirá ao usuário (ou usuária) verificar o histórico antes de, efetivamente, marcar o “date”. “Antes de Garbo, os abusadores podiam se esconder atrás de registros públicos caros e difíceis de encontrar sobre os relatórios de sua violência, mas agora isso é muito mais difícil”.

Imagem mostra uma mulher com o celular na mão observando possível match no Tinder, que agora oferecerá histórico do usuário

C. Technical/Pexels/CC

De acordo com as empresas, para evitar que o sistema seja discriminatório com usuários de grupos considerados marginalizados, serão excluídas do banco de dados relatórios sobre prisão, uso ou incidentes de trânsito. Os dados serão voltados exclusivamente para denúncias sobre violência, comportamento abusivo, assédio e medidas restritivas.

Tinder é só o primeiro passo

Ao menos por enquanto, o usuário do Tinder só terá acesso ao histórico dos “dates” nos Estados Unidos. A intenção do Match Group é ver como andará essa primeira parte da parceria com a Garbo para, na sequência, ver se é viável a extensão do benefício para outros países do mundo. E o Tinder é apenas o primeiro passo dessa parceria.

De acordo com as empresas, tão logo a implantação no Tinder tome forma, quem for usuário de outras plataformas do Match Group, como Hinge e OkCupid, também terá acesso aos dados da Garbo para verificar o histórico dos possíveis “dates”. Os apps de namoro, ao que parece, seguem a tendência aberta pela Uber, que recentemente fechou parceria com a Lyft justamente para banir motoristas por mau comportamento.

publicidade

Via Pocket Now

Imagem: Sammy Williams/Pixabay/CC