Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O primeiro celular de ponta da Honor após sua independência da Huawei no ano passado será lançado no meio deste ano. De acordo com as informações obtidas pelo site Tencent News, o flagship da fabricante chinesa poderá fazer parte de uma reformulação da série Magic e promete vir com um Snapdragon 888, da Qualcomm.

Em janeiro, dois meses depois de se desligar da Huawei, o Honor V40 5G foi lançado pela fabricante na China. Foi o primeiro celular da empresa em sua nova fase, porém, mesmo com especificações de alta linha, como o processador Dimensity 1000+ da Mediatek, GPU Turbo X, uma câmera principal de 50 MP e 120Hz de taxa de atualização de tela, a Honor pretende lançar um dispositivo ainda mais acima.

publicidade
Vender mais que a Huawei

Não só isso, como publicamos recentemente, a Honor planeja vender mais celulares do que a Huawei em 2021, mais precisamente, seus planos são de vender 100 milhões de aparelhos este ano. Nada espantoso para a própria Huawei, que já havia declarado esperar que a Honor venha a se tornar sua principal concorrente em alguns anos.

O motivo para um certo “atraso” nos lançamentos da Honor (muitas fabricantes já fizeram ou estão fazendo seus lançamentos do ano neste primeiro trimestre de 2021), aparentemente, se deve à reestruturação da empresa após o fim do vínculo com a Huawei. Além disso, há uma nova forma de tratamento com sua cadeia de abastecimentos em relação ao que existia antes.

As expectativas são de que a série Magic da Honor seja apontada como referência, assim como as próprias séries P e Mate, que a fabricante afirmou que também serão trabalhadas. Não há ainda muitos detalhes sobre as especificações do lançamento de ponta da fabricante prometido para julho, porém, sua separação da Huawei (ainda em situação delicada com os Estados Unidos) pode ser um trunfo rumo aos seus objetivos.

Via TechRadar

publicidade