Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Apple lançou hoje uma integração do Apple Maps, seu aplicativo nativo de navegação, com o VaccineFinder, permitindo ao usuário encontrar os postos de vacinação mais próximos contra Covid-19. A função, válida apenas nos Estados Unidos, integra o serviço gratuito ao buscador do mapa digital e até aparece nas sugestões da Siri.

Até o momento, são 20 mil locais listados pelo serviço, mas segundo a postagem no site oficial da Apple, outras empresas e serviços de todos os países podem se cadastrar no mapeamento. O registro é válido para locais de vacinação e testes, e assim que o cadastro estiver validado, a localização será listada na pesquisa dos usuários da região.

publicidade

Além do Apple Maps, o Facebook também utiliza o Vaccine Finder para mapear postos de vacinação localizados no entorno dos usuários. A parceria é uma inclusão do serviço no centro de informação contra a Covid-19, organizado pela rede social de Zuckerberg, que também inclui o combate à fake news sobre vacinas.

Vacina para quem precisa

O Apple Maps também lançou uma ferramenta de mapeamento para detectar informações a respeito da mobilidade nos pontos de vacinação registrados. Os dados avaliam número de pessoas no local, trânsito e ocupação, poderão ser utilizados pelo governo local e autoridades da saúde pública para direcionar os atendimentos. A empresa diz que, conforme suas novas políticas de privacidade, não coletará informações pessoais dos usuários.

Além disso, os dados coletados visam ajudar na criação de políticas públicas locais. É interessante ver se o recurso avaliará dados como, por exemplo, a presença de acesso à internet na região, já que a falta de rede pode muito bem afetar o acesso de minorias à vacina.

Via The Verge

publicidade