Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Parece que o carnaval de ter uma assinatura do Netflix para galera toda, por meio de senhas compartilhadas, está chegando ao fim. A Netflix está testando um método de verificação que impede que mais de um usuário utilize o mesmo perfil para assistir conteúdo no streaming. A ferramenta veio para combater um dos maiores problemas para a plataforma, que todo ano perde cerca de US$ 9 bilhões em compartilhamento e pirataria.

Se a Netflix detectar que alguém está utilizando uma conta sem autorização, a empresa emitirá uma notificação para que o usuário confirme através de um código automático, enviada por e-mail ou mensagem para o titular. Haverá as opções de verificar na hora ou mais tarde. Se o prazo necessário para verificação esgotar, o acesso daquele dispositivo é bloqueado.

publicidade

Um representante do serviço de streaming informou ao The Verge que o teste é uma forma de ajudar a garantir que as pessoas usando a plataforma estão autorizadas para isso. Embora a medida seja uma forma da Netflix evitar senhas compartilhadas (e assim, aumentar parte do faturamento), o recurso também funcionará para evitar que hackers e outros terceiros tenham acesso à contas sem nenhum método de verificação. O Netflix tem mais de 204 milhões de assinantes, então é de se esperar que a mudança afete esse número.

O compartilhamento de senhas é uma via de duas mãos para o Netflix, que é extremamente popular por aqui: enquanto a plataforma permite a criação de canais distintos para que familiares assistam conteúdos diferentes, restringir a verificação a um só dispositivo ou IP pode não ser tão simples assim. Famílias podem ter pais e filhos dividindo a mesma conta em cidades diferentes. Embora os termos de serviço da Netflix permitam senhas compartilhadas para uso não comercial, resta ver como eles fariam para criar a detecção sem impedir os usuários errados.

Via The Verge

Imagem: Amateur Hub/Pexels/CC

publicidade