Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Google vai mexer no calendário de atualizações do Chrome após mais de uma década. Principal navegador de internet hoje, a ferramenta recebia até então novas atualizações a cada seis semanas. Agora o prazo será mais curto: uma nova versão do browser chegará para o usuário doméstico a cada mês. Com isso, implementações de segurança e estabilidade alcançarão mais rapidamente os consumidores da ferramenta, mas nem todo mundo precisará aderir ao novo modelo.

Por exemplo, administradores de TI poderão optar pelo ingresso no programa estendido de updates. Nesse canal, uma nova versão do navegador chegará a cada dois meses ao invés de 30 dias. Pode parecer contraditório que desenvolvedores de sistemas desejem postergar atualizações, mas como cada novo patch pode alterar inúmeras mecânicas e motores do browser, essa opção permite que eles permaneçam em uma versão compatível do aplicativo para os sistemas que gerenciam, ao mesmo tempo em que exploram a nova versão doméstica do app e promovem adaptações futuras.

publicidade

Sendo assim, o novo ciclo mais rápido de atualizações deverá ter início em algum momento entre julho e setembro, com a versão 94 do produto. Essa nova política de atualizar o Chrome em intervalos menores chega pouco depois de uma série de novidades do Google para diversos apps e sistemas. A empresa de Mountain View promete detalhar o novo cronograma com informações mais técnicas para nenhum desenvolvedor ficar preocupado com a novidade.

Vale lembrar, por mais que essa seja uma das mais importantes notícias envolvendo o browser, outras atualizações interessantes estão chegando: em tablets Android o navegador passará a abrir por padrão a versão desktop dos sites. E com o Commander será possível obter mais praticidade na hora de pesquisar algo no Google ou mesmo uma ferramenta do próprio Chrome.