Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Não é só burburinho: a Samsung está realmente empenhada em dominar e, eventualmente, democratizar o mercado de telas dobráveis. Depois de informações de que a sul-coreana estaria interessada em vender a tecnologia para outras fabricantes, agora, um fornecedor da empresa, que produz as dobradiças para telas, revelou em uma reunião com executivos que vai começar a produzir as peças em massa a partir do segundo semestre desse ano.

A S-Connect disse que vai dobrar a fabricação dos conectores, isso significa que a Samsung tem uma expetativa de vender bem mais dos novos modelos Galaxy Z Fold 3 e Galaxy Z Flip 2 do que das versões anteriores.

publicidade

Isso casa com vazamentos anteriores que indicam que a Samsung pretende lançar até quatro smartphones com telas dobráveis em 2021. No entanto, a S-Connect se referiu apenas as dobradiças “comuns”, que já são usadas nos celulares atuais da empresa. Ou seja, talvez a sul-coreana deixe aparelhos mais revolucionários, como extensíveis (também chamados de enroláveis), para outro ano.

Mercado dominado

A Samsung é a fabricante de celulares que mais lançou modelos com telas dobráveis e está praticamente sozinha no mercado. Há algumas semanas surgiu a informação de que a empresa pretende vender displays desse tipo para empresas chinesas como a Vivo, a Oppo e a Xiaomi, essa última inclusive estaria desenvolvendo dois celulares flexíveis, com formatos semelhantes aos do Z Fol d e Z Flip.

Essas não foram as únicas informações reveladas durante a reunião da S-Connect. A companhia também anunciou que o o Galaxy Tab S8 e o Galaxy Tab S8 devem sair no segundo semestre desse ano, provavelmente em agosto. Mas um outro tablet da sul-coreana deve ser lançado durante o verão no hemisfério norte, o inverno por aqui.

Se a Samsung realmente conseguir atingir a marca de 5,5 milhões de unidades de smartphones com telas dobráveis vendidas em 2021, como estipulado pelo fornecedor, vai ser um grande avanço da companhia no mercado, dobrando seus números em relação a 2020.

publicidade

Via SamMobile