AplicativosNotíciasBrasil é o sexto mercado do Clubhouse, mostra Sensor Tower

Zirlene Lemos2 semanas atrás5 min

A coisa mal chegou aqui, mas o Brasil já é o sexto maior mercado usuário do Clubhouse. É, para quem perdeu o buzz, a nova rede social baseada em áudios e que pelo menos por enquanto, só está disponível para o sistema iOS. Além disso o acesso à plataforma só pode ser feito por meio de convite – como aconteceu no começo do Orkut (quem lembra?).

Menos de um ano desde seu surgimento (março de 2020), a app já é campeão de downloads nos Estados Unidos, com 2,4 milhões. Isso representa 35% do total de 7 milhões de downloads acumulados no mundo desde o início da rede social de áudio.

Em terras brazucas, o Clubhouse tem feito tanto sucesso que já ultrapassou 308 mil instalações, com um “boom” desde o início deste mês. Se comparado com os EUA, o Brasil responde por menos de 5% do total de instalações globais do app. Mas mesmo assim, ainda é o sexto mercado do Clubhouse na América Latina.

Essas informações foram revelados pela consultoria digital SensorTower, que periodicamente divulga relatórios com os aplicativos não-jogos mais baixados no mundo dentro das plataformas da Apple e do Google. O aplicativo virou moda entre celebridades, anônimos, artistas, influenciadores e executivos no Brasil e em mais 17 países no mundo inteiro.

Clubhouse no Brasil

Para o Brasil se tornar o sexto mercado Clubhouse esse “impulsionamento” começou faz pouco tempo. Por aqui, pode-se dizer que um dos responsáveis por agitar uma das salas, que comportam até cinco mil participantes simultâneos, foi o diretor do Big Brother Brasil, Boninho, que, entrou em uma das salas do aplicativo e interagiu com o público, causando polêmica nas redes concorrentes.

Ainda de acordo com informações da Sensor Tower, a rede social de áudio tem causado confusão em usuários, principalmente de Android (para o qual não está disponível). Um aplicativo de gestão empresarial chamado Clubhouse, criado em 2014 pela empresa Clubhouse Software e que contava com pouco mais de 1 mil instalações, já registrou só nesse início de ano 509 mil downloads na América Latina.  Outro aplicativo com nome similar que também deve estar colhendo “os louros” da confusão no nome é o The Clubhouse (Android). Recentemente ele obteve 1 mil downloads acumulados em países da América Latina. Mas o aplicativo está desatualizado desde agosto de 2019 pela empresa britânica Nexudus.

Além dos EUA, o Clubhouse está no topo do ranking da Apple Store em países como Alemanha, Itália, Japão e Turquia e já foi inclusive alvo de censura chinesa.

Via Mobile Time
Imagem: Jan Vašek/Pixabay