AcessóriosAppleNotíciasPatente revela melhorias na recepção de sinais do Apple Watch

Henrique Darlim3 semanas atrás6 min

Uma patente da Apple que foi aprovada ontem (04/02) indica que a empresa está tentando melhorar a recepção de sinais do Apple Watch. Basicamente, pelo que indica o documento, a empresa pretende usar partes diversas do relógio como receptor de diferentes tipos de sinais, incluindo principalmente Wi-Fi, Bluetooth e GPS.

Objetivo pode ser reduzir o tamanho dos futuros Apple Watches

De maneira diferente das outras patentes da Apple divulgadas recentemente, como a do cabo mais resistente ou a da câmera para dispositivos dobráveis, é difícil saber, de imediato, a motivação por trás dessa nova patente. A principal suspeita tem a ver com o tamanho atual do Apple Watch.

Seria muito difícil, para a empresa, reduzir ainda mais o tamanho de seu smartwatch sem diminuir sua capacidade de processamento, por exemplo. Ou, ainda, sem prejudicar o funcionamento do dispositivo em si. Além disso, optar por incluir uma antena também deixaria o dispositivo maior e modificaria o design do aparelho. Essa solução, então, está fora de cogitação.

É bem possível, entretanto, que o uso dos componentes do Apple Watch como ferramentas de recepção de sinais seja a tentativa da Apple de contornar isso. De acordo com a patente, os circuitos de comunicação por ondas seriam encontrados ao longo do dispositivo, não se limitando a uma parte específica dele.

Transmissão simultânea de duas frequências diferentes

Uma das opções descritas no documento refere-se à própria tela do smartwatch da Apple. Usando a tela e mais alguma parte do Apple Watch como receptor de frequências, seria possível receber e enviar sinais em duas frequências diferentes. O plano descrito na patente fala explicitamente em frequências abaixo de 10GHz em uma das antenas e de 10GHz a 300GHz em outra.

Patente da Apple Watch indicando a transmissão de mais de uma frequência ao mesmo tempo

A menção às frequências abaixo de 10GHz é significativa, aliás, por ser justamente a faixa da UWB (ou ultra banda larga), presente nos últimos iPhone e na última geração dos Apple Watch. É importante lembrar, além disso, de que os esforços da Apple em popularizar a UWB não podem ser negados.

Se essa tecnologia será implementada em breve ou se ainda demorará para a vermos em ação, ainda não sabemos. Contudo, caso dê certo, a tecnologia certamente trará uma melhora na recepção de sinais do Apple Watch e abrirá novas possibilidades para outros dispositivos da empresa.

Via Apple Insider

Foto: guteksk7 / Shutterstock.com