AppleNotíciasApps na App Store têm problemas de privacidade e podem usar dados de usuários

Ronnie Mancuzo4 semanas atrás6 min

Os rótulos de proteção de dados para os apps da Apple, ao que tudo indica, não estão efetivamente garantindo sua função, e alguns apps aprovados pela App Store apresentaram problemas de privacidade. Pois é, mesmo depois de uma atualização importante na política de privacidade da App Store, alguns apps aprovados ainda trazem informações erradas ou até mesmo usam dados dos usuários, é o que diz o Washington Post.

Geoffrey Fowler, que é colunista de tecnologia do jornal, realizou testes e publicou alguns problemas encontrados após baixar um simples jogo, Satisfying Slime Simulator, que inclusive conta com selo azul de privacidade na App Store. Esse rótulo deveria ser a representação de nível mais alto para essa segurança. Porém, o jornalista diz que o joguinho acabou usando suas informações pessoais, fazendo inclusive rastreamento do seu iPhone para o Facebook, Google e outras empresas.

Fowler relatou que observou a mesma situação em mais de doze outros apps, que estavam mentindo a respeito de seus níveis de privacidade entre dezenas de aplicativos testados. Da hora dos testes até o momento da publicação do colunista no Washington Post, alguns dos apps mentirosos haviam mudado de níveis de segurança e outro alterou a forma como se comunica com o Google.

Craig Federighi, que é vice-presidente de engenharia de software da Apple, disse mês passado que a Apple iria “checar se as políticas estão sendo cumpridas. Qualquer forma ou mecanismo de rastreamento de usuário para anúncios, ou para fornecer informações para corretores de dados, terá que pedir permissão. Não fazer isso é uma violação da política da App Store… e motivo para ter um app removido”. Esse continua a ser o posicionamento oficial da empresa, agora resta saber o que está sendo feito na prática.

Responsabilidade acaba sendo dos desenvolvedores

Como a Apple só permite que o usuário acesse os apps pela sua App Store, ela já estaria sendo indiretamente responsável. Porém, o rótulo que a própria plataforma da empresa atesta como garantia de segurança possui os dizeres “Esta informação não foi verificada pela Apple”. Logo, alguns desenvolvedores acabam que se aproveitando da prévia confiança dada pela empresa e faltando com a verdade quando se colocam como seguros.

Embora sempre se coloque como uma marca preocupada com a segurança de informações, o que inclusive justificou sua mudança na política de dados, a situação registrada aponta para cuidados que a Apple talvez precise se aprofundar. Com os rótulos, a empresa acaba se colocando como uma espécie de garantidora de privacidade para os seus clientes, mesmo que deixe avisos para os usuários nos próprios selos.

A Apple se pronunciou em um email ao Washington Post, assinado por uma porta-voz da empresa, Katie Clark-AlSadder. Em suas palavras, a Apple “faz auditorias de rotina e a longo prazo das informações que são oferecidas, e trabalham com os desenvolvedores para corrigir quaisquer imprecisões. Os apps que não informam os dados de privacidade de forma correta podem ter futuras atualizações rejeitadas ou em alguns casos, até mesmo serem expulsos da App Store.”

Via Pocketnow

Imagem: Sdominick (iStock)