Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Facebook vai processar a Apple, alegando violações de leis antitruste, segundo fontes próximas à situação informaram ao site The Information. De acordo com as referidas fontes, o Facebook alega que a Apple estipula regras de uso da App Store para aplicativos terceiros, mas que ela própria não segue com seus próprios apps.

O FB chegou a publicar anúncios impressos em jornais criticando a nova política de privacidade do iOS 14, e a Apple fez questão de responder. Recentemente, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, chegou a afirmar que a Apple é a maior concorrente de sua empresa.

publicidade
Decisão de processar a Apple ainda não está tomada

Uma das fontes afirma que a decisão ainda não está tomada em definitivo, embora seja essa a tendência. Segundo ela, algumas pessoas dentro do Facebook estão resistentes à ideia de processar a Apple, temendo pelo impacto que isso pode gerar na imagem pública da rede social.

Facebook vai processar Apple

O Facebook alega que a Apple usa práticas anticompetitivas para obter vantagens na AppStore, e sinalizou intenção de processar a empresa (Imagem: BigTunaOnline/Shutterstock)O Facebook contratou uma consultoria jurídica independente para averiguar a viabilidade de um processo mais amplo. Para a rede social, o entendimento é de que, ao não seguir as próprias regras, a Apple obtém vantagens injustas no âmbito das vendas de aplicativos – o que, em tese, pode levar ao entendimento de uma prática anticompetitiva, algo previsto em legislações antitruste de vários países.

Google já adaptou seus apps para a nova política da Apple

A notícia vem nos calcanhares de uma mudança recente estipulada pela Apple, na qual aplicações terão que pedir mais permissões aos usuários antes de iniciar a coleta e o compartilhamento de dados para seus parceiros comerciais. Teoricamente, isso pode deixar a vida de quem vive de publicidade digital direcionada bem mais complicada. O Google já se adiantou e atualizou seus apps para não mais coletarem dados dos usuários sem permissão.

publicidade

Como de praxe, nem Facebook, nem Apple comentaram as informações divulgadas. E para todos os efeitos, pode até ser que o processo não vá para frente e o Facebook desista da ideia. Mas as fontes do The Information dizem que os rumos parecem seguir no sentido de uma briga judicial.

Via XDA Developers

Imagem: Koshiro K/Shutterstock