Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Dias atrás, o twitter avisou que o presidente Joe Biden não herdaria os seguidores de seu antecessor, como havia acontecido entre Obama e Trump. Ao que tudo indica, isso não vai ser problema. Em menos de 24 horas, Joe Biden ganhou 5 milhões de seguidores. Neste momento, no final da manhã do dia 21 de janeiro, o novo presidente dos EUA é acompanhado por mais de 5,1 milhões de perfis no Twitter.

A conta @POTUS alcançou agora mais de 15% do total que possuía ao final do mandato de Donald Trump. A arroba destinada para o President Of The United States (que gera a palavra POTUS) somava antes, inclusive, o número de seguidores de quando Obama ocupava o cargo.

publicidade
Política do Twitter alterada

A política do Twitter foi alterada, sem maiores explicações, quando Biden se tornou presidente. Possivelmente, tem a ver com o oceano de diferença ideológica entre os dois presidentes e seus fãs.

Sua equipe que utilizava a conta @transition46 durante as campanhas também já está administrando a arroba relacionada à Casa Branca, @WhiteHouse. O conteúdo que havia no perfil antigo foi arquivado como @ WhiteHouse45 (45 é pelo fato de Trump ter sido o 45º presidente). Seus seguidores no período pré-Biden foram orientados a seguirem a nova conta. A conta POTUS tem uma postagem fixada promovendo tempos de seguir em frente.

A conta pessoal de Joe Biden mantém atualmente mais de 25,8 milhões de seguidores. Ela não foi desativada pelo atual presidente dos Estados Unidos. Já a conta do seu antecessor foi banida da plataforma no dia 8 de janeiro, em meio aos acontecimentos no Capitólio.

A ocorrência violenta de invasão do edifício sede do poder legislativo dos EUA gerou inclusive expulsão de extremistas envolvidos no ato de apps de namoro. O resultado dos ataques violentos incitados em boa parte pelas postagens do ex-presidente no Twitter resultou na morte de cinco pessoas.

Via Businesse Insider

Imagem: hapabapa (iStock)