NotíciasComitê de Supervisão do Facebook pode reverter banimento de Trump

Marina Schnoor1 mês atrás4 min

O ex-presidente dos EUA Donald Trump foi banido do Facebook e de praticamente todas as principais redes sociais depois da invasão do Capitólio em 06/01, uma ação que ele incentivou pessoalmente, e que acabou em cinco mortes, mas o Comitê de Supervisão do Facebook pode reverter a decisão.

O recém-criado Comitê de Supervisão do Facebook vai julgar o caso do banimento de Trump das plataformas de Mark Zuckerberg, e assim, a decisão pode (ou não) ser revertida. No lançamento do projeto, o FB disse que a ideia do Comitê é promover liberdade de expressão sem excessos. O caso de Trump é o mais importante a ser julgado pelo órgão até o momento.

Em uma postagem no blog do FB, o chefe global de políticas da empresa escreveu que eles acreditam que a decisão inicial foi necessária e correta. “Nossa decisão de suspender o então presidente Donald Trump foi aplicada em circunstâncias extraordinárias: um presidente dos EUA ativamente fomentando uma insurreição violenta, pensada para impedir uma transição de poder pacífica”, escreveu Nick Clegg.

Clegg também afirmou que espera que o Comitê de Supervisão “mantenha as escolhas que fizemos” de banir Trump. “Além da determinação de manter ou anular a suspensão indefinida, o Facebook receberá qualquer observação ou recomendação do comitê sobre suspensão quando um usuário é um líder político.”

Um painel com cinco membros independentes do Comitê de Supervisão do Facebook vai julgar o caso de Trump em 90 dias. Então, o que for estabelecido pelo painel tem que obter a aprovação da maioria do comitê. Como prometido no lançamento do órgão, e também reiterado na postagem de Clegg, qualquer que seja a decisão do Comitê de Supervisão, ela será obrigatoriamente acatada pelo Facebook.

Via The Next Web

Imagem de destaque: Visuals / Unsplash