AplicativosNotíciasAI do Facebook prevê se portador de Covid-19 precisa de UTI

Juliana Crem2 meses atrás4 min

Não é segredo, em todo o mundo, a pandemia de Covid-19 tem sido uma carga imensa para o sistema de saúde. Não apenas os que estão já doentes: é muito difícil prever quando e se um paciente vai precisar de cuidados intensivos. No entanto, o Facebook divulgou que sua unidade de inteligência artificial (AI) pode ajudar a antever a necessidade de tratamento intensivo para Covid-19 em até quatro dias.

A rede social realizou uma pesquisa em parceria com a Unidade de Análise Preditiva e o departamento de radiologia do centro médico NYU Langone Health, nos Estados Unidos. Segundo o Facebook, foram criados três modelos de aprendizado de máquina, com base na análise de radiografias de pacientes de Covid-19:

  1. Para prever a deterioração do paciente com base em uma única chapa;
  2. Para avaliar a deterioração pulmonar com base em uma sequência de raios-x;
  3. Para prever a quantidade de oxigênio suplementar que pode ser necessária para aquele paciente, com base em uma radiografia de tórax’;
  4. Para ajuste de recursos.

O uso da inteligência artificial pode ajudar os hospitais e profissionais de saúde a adequarem leitos e recursos de acordo com a demanda e também a evitarem que um paciente com potencial para agravar seja enviado de volta para casa.

Prognóstico acertado

A pesquisa aponta que a máquina se saiu melhor do que as pessoas na previsão de agravamento. A inteligência artificial do Facebook foi treinada para reconhecer variações de contrastes entre radiografias de tórax de pessoas com e sem Covid-19.

O Facebook anunciou que está disponibilizando os modelos pré-treinados de AI para que os hospitais com recursos de tecnologia limitados possam ajustar seus modelos de trabalho e, dessa forma, auxiliar as unidades de saúde no atendimento aos pacientes de Covid-19 ao longo dos meses.

Via Facebook e Gadgets

Imagem: Freepik/CC