Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Após ser vendida pela Huawei, a Honor parece estar bastante empenhada no desenvolvimento de novos produtos. A empresa pode fazer o lançamento de uma nova linha em breve. Laptops, TVs, smartwatches e até mesmo escovas de dentes (!) da Honor podem chegar ao marcado em breve com seu próximo smartphone, o Honor V40.

Honor sugere lançamento de TV, notebook e... escova de dente?

Foto: Reprodução/Weibo

O motivo de tantas novidades? A empresa se prepara para colocar no ar o Honor Mall, sua loja online que deve começar a funcionar na semana que vem, no próximo dia 12/01. A companhia revelou em uma postagem na rede social chinesa Weibo uma série de novos produtos. Na foto, são mostrados vários dispositivos com a marca Honor Life. No entanto, ainda não é possível indicar se são apenas imagens ilustrativas ou se aquelas já são as versões oficiais dos aparelhos.

publicidade

Um relatório de uma publicação chinesa diz que, agora independente, a Honor deseja construir seu próprio ecossistema, com o lançamento de novos produtos, seguindo o exemplo de outras grandes empresas do mercado como Xiaomi, Samsung e LG.

Uma nova empresa

O primeiro produto a ter lançamento confirmado pela Honor após sua independência é o Honor V40. O smartphone terá câmera traseira quádrupla, processador Dimensity 1000+ da MediaTek e uma bateria de 4000 mAh. A tela OLED deve ter 6,72 polegadas e uma taxa de atualização de 120Hz. Seu lançamento está previsto para o dia 18/01.

A Huawei vendeu a Honor após sofrer diversos bloqueios pelo mundo, incluindo do governo dos Estados Unidos, e agora torce para que a ex-subsidiária se torne sua principal concorrente. Vale lembrar que a Huawei foi acusada (sem qualquer prova) de espionar países do ocidente a serviço do governo chinês, ao se desfazer de uma de suas principais divisões.

Os valores da venda da Honor pela Huawei podem ultrapassar os US$ 15 bilhões. Na negociação, estão incluídos recursos de marca concorrente, pesquisa, desenvolvimento, gerenciamento da cadeia de suprimentos e capital. Entre as prioridades de negócio, está a continuidade do vínculo da equipe administrativa e dos mais de 7000 funcionários da Honor.

publicidade

Via 365 Gadgets