Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Um repórter da China Security News afirma ter coletado diretamente da Honor Mobile Phone Supply Chain Company (empresa responsável pela cadeia de logística e suprimentos para celulares da Honor) informações que indicam o desenvolvimento de celulares da Honor com processadores Qualcomm. Seriam aparelhos com tecnologia 5G e chips da fabricante do Snapdragon 888.

Tudo indica que é por não ser mais subsidiária da Huawei. Alvo de várias restrições comerciais, a ex-empresa matriz da Honor não pode fazer negócios com a americana Qualcomm. Agora livre, a Honor tem conseguido alcançar negócios mais concretos com outras empresas pelo mundo. Por exemplo, com a própria Qualcomm e com a MediaTek que, ao que tudo indica, será a fornecedora de chips Dimensity 1000+ para a série Honor V40.

publicidade

As sanções de mercado que têm impedido a Huawei de adquirir componentes de fornecedores vinculados ao governo dos EUA não estão afetando tanto a Honor. Ela se tornou independente em novembro e pretende alcançar níveis bastante altos ainda em 2021, superando inclusive sua própria ex-proprietária. Dentre os planos da Honor, há a meta de venda de 100 milhões de celulares, aumentando em 40% o volume atual.

Diante dessas circunstâncias e com uma maior liberdade de negócios mais sólidos com a Qualcomm, um novo smartphone de ponta da Honor possuindo um Snapdragon de última geração (quem sabe um Snapdragon 888) se torna uma possibilidade bastante palpável. O alto escalão da Qualcomm já demonstrou muito entusiasmo com a desvinculação da Honor com a Huawei. De igual forma, a MediaTek tem ido atrás de informações jurídicas para saber sobre condições de fornecimento para a Honor sem criar problemas com as condições comerciais delicadas atuais.

Via SeekDevice

publicidade