Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

A Samsung foi uma das primeiras fabricantes a lançar smartphones com telas flexíveis, mas se engana quem pensa que a sul-coreana quer ficar sozinha no mercado de celulares dobráveis. Segundo as últimas informações, a marca deseja vender a tecnologia da sua subsidiária Samsung Display para outras empresas e assim, popularizar esse produto.

Atualmente apenas outras duas fabricantes lançaram aparelhos com telas flexíveis, a Motorola e a Huawei, mas, em número de vendas a Samsung lidera com folga esse segmento, tendo lançado dois modelos da linha Galaxy Z Fold e um da linha Galaxy Z Flip. Todo esse sucesso fez com que a sul-coreana tivesse uma tecnologia muito mais bem desenvolvida que as rivais, já que conseguiu testar os materiais e telas com seus diferentes lançamentos.

publicidade
Telas dobráveis em 2021

Apenas em 2020, a Samsung foi responsável por 87% das vendas de aparelhos com telas flexíveis. Os números são ainda mais surpreendentes e pegarmos apenas o último trimestre, onde a fabricante aparece com uma fatia de 96% do mercado. No próximo ano, a expectativa é que a marca lance até quatro modelos dobráveis, expandindo seu catálogo. Além disso, a tecnologia também pode ser usada em outros dispositivos como tablets e TVs.

Para 2021, o Galaxy Z Fold 3 está praticamente pronto para chegar ao mercado e, segundo informações da própria Samsung, não deixará órfãos os apaixonados pelo antecessor do modelo, o Z Fold 2. Durante o Samsung Investor Forum, Lee Jong-min, executivo da marca, revelou que o dobrável será “ainda mais fino e leve” do que o lançado no mercado.

A garantia de que tanto o Z Flip 2 quanto o Z Fold 3 chegarão ao mercado mais finos e leves não quer dizer, no entanto, que os novos modelos de dobráveis da Samsung serão mais frágeis, e assim menos resistentes do que os atuais. A pesquisa da marca sul-coreana apontou também que durabilidade é algo fundamental na concepção dos consumidores, e a empresa quer respeitar esse desejo.

Via MySmartPrice.

publicidade